Carros

GM sobe nível da Colorado no relançamento em Los Angeles


Ben Klayman

Em Los Angeles (Estados Unidos)

20/11/2013 12h08

Apostando no desejo dos consumidores americanos por algo diferente dos carros e veículos utilitários já existentes, a GM quer impulsionar a demanda pela Chevrolet Colorado, picape média que voltará a entrar no mercado dos Estados Unidos no segundo semestre de 2014.

Durante o primeiro ciclo do modelo, as vendas atingiram o pico em 2005, com pouco mais de 128 mil unidades. No entanto, o declínio de popularidade e a necessidade de economizar dinheiro durante o período de falência, em 2009, obrigaram a montadora a aposentar a picape. 

Agora, a GM prevê um retorno lucrativo da Colorado -- que nunca deixou de ser produzida no exterior -- porque o segmento foi abandonado por suas rivais Ford e Chrysler. "Nós sinceramente acreditamos que, a partir de toda a pesquisa que fizemos, há um grande número de pessoas à procura de uma picape média", declarou Alan Batey, chefe global da Chevrolet, antes do relançamento, na quarta-feira (20), no Salão de Los Angeles. "O que aconteceu no segmento foi que não havia muita escolha", acrescentou.

COLORADO?
Vale uma explicação. Em outros mercados onde continuou viva, a Colorado ganhou uma nova geração e corresponde à picape vendida no Brasil como S10, nome que a GM do Brasil decidiu manter pelo histórico de vendas, ainda que o novo modelo tenha pouco a ver com o anterior. 

Após o lançamento no Brasil, a imprensa americana chegou a noticiar o interesse crescente entre o público americano pelo retorno do modelo ao país. Acontece que a S10, no padrão atual, não seria o suficiente para aplacar a exigência do consumidor local e poderia naufragar -- algo como o ocorrido com a nova geração do sedã Honda Civic ou mesmo com outro Chevrolet, o novo Malibu, ambos reformados às pressas após críticas pesadas. Entrou aí a estratégia de produto da GM americana.

Pegando carona em equipamentos da pesada Silverado, mas também e principalmente em sedãs grandes, a Colorado americana 2015 vai oferecer mais espaço, equipamentos e interior refinado em relação à S10/Colorado global. O visual frontal, por exemplo, abre mão da identidade global (sim, a grade bipartida pela barra proeminente com gravatinha dourada vistas em toda a linha brasileira da marca, da S10 ao Celta) e adota o estilo mais "um andar acima" do novo Malibu reestilizado e do Impala 2014. Por dentro, volante, tela multimídia e padrão de revestimento também mostram que o topo por lá é outro.

Por ora, a S10 brasileira tem vantagem em termos de torque, por usar motores turbodiesel de 200 cavalos e 51 kgfm. A nova Colorado chega com duas opções de motores a gasolina, um quatro-cilindros de 2,5 litros e 193 cv com 26 kgfm e outro V6 de 3,6 litros e 37 kgfm -- esta opção, no entanto, tem 302 cv e deve agradar aos "meninões" americanos que apenas vão usar seu truck na ida à balada. De toda forma, a GM já mandou avisar que também terá sua opção a diesel para a nova Colorado em breve. (Com Redação de UOL Carros)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo