Carros

Mitsubishi define metas ambiciosas em fase final de reestruturação


Yoko Kubota

Em Tóquio

06/11/2013 10h12

A Mitsubishi revelou planos de impulsionar a produção e o lucro em cerca de um terço nos próximos três anos, com foco em mercados emergentes. conforme a empresa vira a página de uma campanha de recuperação de uma década.

A montadora japonesa planeja fazer uma oferta de novas ações para levantar até US$ 2,1 bilhões (R$ 4,8 bilhões), dinheiro que seria usado para pagar outras empresas da Mitsubishi, que financiaram um resgate da montadora em 2004. À época, a medida foi motivada por um escândalo de recall e falha em sua aliança com a DaimlerChrysler.

"Não seremos mais uma empresa em reconstrução, mas sim uma empresa normal", disse o presidente da Mitsubishi, Osamu Masuko, em uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira.

A companhia também anunciou que a meta de lucro operacional até o fim do ano que encerra em março de 2017 foi impulsionada a um recorde de 135 bilhões de ienes ( aproximadamente R$ 3,1 bilhão), um aumento de 35% com relação ao previsto para o término do atual ano financeiro.

Outro objetivo ambicioso será atingir 1,43 milhão de veículos vendidos no ano fiscal de 2016-2017, número que corresponde a cerca de 30% a mais do que o previsto para 2013-2014, 1,11 milhão. Grande parte desse crescimento viria de mercados emergentes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo