Carros

Peugeot continuará francesa, diz ministro da Indústria francês

AFP
Crise na Europa deixou PSA em ruínas; ligação à chinesa Dongfeng pode ser saída para sobrevivência Imagem: AFP

Ingrid Melander

Em Paris (França)

22/10/2013 09h07

A PSA Peugeot Citroën continuará sendo francesa, afirmou nesta terça-feira (22) o ministro da Indústria francesa, Arnaud Montebourg, dias depois de fontes dizerem que a empresa estava em negociações com a chinesa Dongfeng e o governo francês sobre um aumento de capital.

Na ocasião, o boato era de que a marca buscava um acordo com a Dongfeng e o governo francês e que ambos contribuiriam, cada um, com 1,5 bilhão de euros, adquirindo de 20% a 30% da montadora. Sob tal plano, a família Peugeot perderia o controle da empresa pois a injeção de capital diluiria sua fatia de 25,4% e seus 38,1% de direito de voto.

Só que Montebourg foi claro: "a PSA continuará sendo uma empresa francesa". As palavras foram ditas ao jornal Le Parisien.

Porém, ao ser questionado se isso significava que não haveria investimento chinês, Montebourg afirmou: "Não disse isso. O que estou dizendo é que a empresa permanecerá na França e continuará francesa".

A família Peugeot já indicou que estava pronta para ceder o controle à medida que a empresa realizava sondagens iniciais para uma associação com a marca chinesa, enquanto tentava reviver negociações para uma aliança mais profunda com a GM.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo