Carros

Maserati terá recorde de vendas e ajuda recuperação da Fiat na Europa

Jennifer Clark

Em Milão (Itália)

15/10/2013 11h38

A Maserati, tradicional fabricante de esportivos de luxo que pertence à Fiat, disse nesta terça-feira (15) que registrou 22.500 pedidos de novos carros nos primeiros nove meses do ano.

"Nosso investimento [em novos modelos] está começando a dar retorno", afirma Harald Wester, presidente da Maserati. O plano de investimento de 1,5 bilhão de euro começou em 2011 e termina no ano que vem.

A Maserati deve superar neste ano seu recorde de venda (9.000 carros em 2008) e ficar muito acima das 6.300 unidades vendidas em 2012. A empresa tem como meta vender 50.000 carros em 2015.

Ampliar as vendas da Maserati é parte importante da estratégia da Fiat para voltar a lucrar na Europa em 2016. O grupo já perdeu no continente 700 milhões de euros no ano passado, em um mercado cada vez menor.

Entre os modelos mais procurados estão o novo Quattroporte (9.900 pedidos), o sedã Ghibli (7.900) e os modelos Gran Turismo e Gran Cabrio (5.000). Wester descartou planos para desmembrar e listar a Maserati.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo