Topo

Carros

Montadoras europeias temem que guerra comercial entre China e UE afetem vendas

Christiaan Hetzner

Em Frankfurt (Alemanha)

07/06/2013 10h24

A indústria automobilística europeia teme que a China possa impor encargos comerciais sobre carros de luxo importados da União Europeia como retaliação, caso a Comissão Europeia não recue em relação a práticas desleais de comércio na China.

"Se não houver uma melhoria no clima político, caso se torne uma real guerra comercial... se esta vai ser a posição e a estratégia da UE, então acho que os chineses vão retaliar com certeza" , disse um porta-voz da associação da indústria automobilística europeia Acea, nesta sexta-feira (7).

De acordo com a Acea, uma pessoa ou pessoas desconhecidas apresentaram uma queixa antidumping junto ao Ministério do Comércio da China, que se concentra em carros com motor de 2 litros ou mais construídos na UE e exportados para a República Popular.

A expectativa é que investigações preliminares comecem no início de julho, no mais tardar. Após várias semanas, o ministério chinês poderia revelar que já havia sido causado um dano econômico para a indústria automobilística do país com as práticas antidumping da UE, e poderia impor encargos provisórios ligados à quantidade de danos causados, afirmou a Acea.

Mais Carros