Carros

Produção de veículos no Brasil bate recorde em maio

Alberto Alerigi Jr.

Em São Paulo (SP)

06/06/2013 11h12

A produção brasileira de veículos em maio cresceu 0,3% sobre abril e 21,8% na comparação anual, resultado recorde para o volume produzido em um único mês no setor, informou nesta quinta-feira (6) a associação de montadoras, Anfavea.

A produção em maio somou 348,1 mil automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões, acumulando nos primeiros cinco meses do ano volume de 1,54 milhão de unidades -- 18,6% acima do mesmo período de 2012. A Anfavea estima expansão de 4,5% na produção deste ano, para 3,34 milhões de veículos.

Por segmento, a produção de automóveis e comerciais leves cresceu 21% em maio sobre um ano antes, para 327,8 mil unidades, enquanto o volume produzido de caminhões avançou 45,7% no período, para 16,4 mil unidades. Junto com o aumento da produção, a indústria registrou alta de 6% no número de empregos ocupados em maio de 2013 sobre o mesmo período do ano anterior, para 153,7 mil postos de trabalho.

Enquanto isso, as vendas de veículos novos no país no mês passado caíram 5,2% na comparação mensal, mas subiram 10% sobre maio de 2012, para 316,2 mil unidades.

CINCO MESES
No acumulado até maio, os emplacamentos somam 1,48 milhão de unidades, alta de 8,6% na comparação anual, mais forte que a atual previsão da entidade de crescimento em 2013, entre 3,5% e 4,5%.

Analistas, porém, têm afirmado que a base de comparação mais fraca com os primeiros meses de 2012 pode estar também ajudando o ritmo das vendas. O governo reduziu o Imposto sobre Produtos Industrializados no final de maio do ano passado, com os efeitos sendo sentidos a partir de junho.

SEGMENTOS E EXPORTAÇÕES
A indústria apurou licenciamentos de 300,94 mil carros e comerciais leves no mês passado, alta de 9,7% sobre maio de 2012, enquanto as vendas de caminhões somaram 12,6 mil unidades, crescimento de 16%, no mesmo período.

As exportações somaram US$ 1,19 bilhão (cerca de R$ 2,5 milhões) em maio, alta de 0,8% sobre abril e avanço de 20% na comparação anual. Incluindo máquinas agrícolas, as vendas externas de veículos do país somaram US$ 1,49 (aproximadamente R$ 3 milhões) bilhão no mês passado, recuo de 2% sobre um ano antes.

Em meio ao cenário de valorização do dólar contra o real e imposto de importação maior, o volume de vendas de veículos produzidos no exterior caiu 3% em maio sobre o mesmo período de 2012, para 61,8 mil unidades.

FABRICANTES
No ranking das montadoras, a Fiat encerrou maio na liderança do segmento de automóveis e comerciais leves, com licenciamentos de 67.846 unidades ante 69.561 registrados em abril.

A GM, que vem renovando sua linha de modelos, ficou praticamente empatada com a Volkswagen em maio na segunda posição. A montadora norte-americana apurou emplacamentos de 53.868 unidades ante 55.061 em abril. A rival alemã vendeu 53.824 carros e comerciais leves após vender 59.517 no mês anterior.

Já a teve vendas de 19.091 veículos em maio, superando os 18.110 da rival francesa Renault e assumindo a quinta posição. A Ford manteve a quarta posição, com licenciamentos de 27.545 carros e comerciais leves, ante 27.501 em abril.

Em caminhões, a MAN, do grupo Volkswagen, vendeu 3.530 unidades em maio no Brasil, Mercedes-Benz, 3.214; Ford, 1.529; Volvo, 1.699; e a Scania, 1.560.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo