Topo

Carros

Toyota pode cortar plano de produção de 2012 por tensão na China

Yoko Kubota<br>James Topham<br>Mayumi Negishi<br>Sophie Knight

Da Reuters, em Tóquio (Japão)

18/10/2012 07h43

A Toyota já considera reduzir seu plano de produção em 2012 em cerca de 2% por causa da queda nas vendas na China em meio à tensão territorial entre o país e o Japão, publicou um jornal japonês nesta quinta-feira (18). A empresa, no entanto, negou que tenha alterado a meta.

"A maior montadora da Ásia pode reduzir sua previsão de produção no ano de 10,05 milhões de veículos em cerca de 200 mil unidades", é o que diz o jornal Mid-Japan Economist, sem citar fontes. O diário regional é baseado na região central do Japão, onde fica a sede da Toyota.

"O número citado na notícia não é baseado em nada anunciado por nós, e, neste momento, não há mudanças nos números que apresentamos anteriormente", disse Shino Yamada, porta-voz da Toyota. 

A fabricante e suas duas parceiras chinesas registraram queda de 48,9% nas vendas de setembro ante o mesmo período do ano passado, para 44.100 unidades.

O fluxo de consumidores por concessionárias de marcas japonesas e vendas caíram na China desde meados de setembro, quando violentos protestos e pedidos de boicotes de produtos do Japão tomaram a China em meio à tensão dos países em torno de um arquipélago no leste do Mar da China.

Com Redação de UOL Carros, em São Paulo (SP)

Mais Carros