Carros

GM nega venda da Opel e mantém aliança com Peugeot

Da Reuters, em Frankfurt (Alemanha)

05/10/2012 09h12

A General Motors reafirmou seu comprometimento com sua divisão em crise Opel, rejeitando a especulação de que poderia estar interessada em vender a marca deficitária para a rival Fiat.

"A Opel não está a venda. A GM apoia a sua submarca totalmente", disse o vice-presidente de conselho da GM, Stephen Girsky, em comunicado oficial nesta sexta-feira (5).

Nesta sexta-feira, também, o jornal italiano Il Sole-24 Ore publicou que o presidente-executivo da Fiat, Sergio Marchionne, estava pronto para comprar a Opel se a aliança entre GM e Peugeot for dissolvida.

"A Opel é parte totalmente integrada da GM e vital para o futuro sucesso da companhia na Europa. A aliança entre GM e Peugeot também está totalmente mantida", disse Girsky.

A Fiat já havia expressado interesse em adquirir a Opel em 2009, antes que um consórcio liderado pela canadense Magna ganhasse exclusividade de negociações com a GM, mas que acabou fracassando.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo