Carros

Fiat diz que risco de montadoras fecharem fábricas é maior

Jennifer Clark

Da Reuters, em Paris (França)

27/09/2012 11h19

O presidente-executivo da Fiat, Sergio Marchionne, acredita que os cinco anos de retração no mercado automotivo europeu aumentam a possibilidade de fechamento coordenado de fábricas na região.

"A crise torna isso mais possível, mas não opino se é ou não provável", declarou o executivo no Salão de Paris nesta quinta-feira (27).

Questionado sobre o pedido da Volkswagen em julho de que deixasse a presidência da Acea, que reúne as montadoras europeias, Marchionne respondeu: "Está deixando de ser a maior montadora da Europa. Acho isso (o pedido) um absurdo, minha tolerância é zero".

o CEO, acrescentou, no entanto, que faria o que conselho mandasse.

"Não tenho nenhum interesse particular em continuar no cargo sem o apoio do conselho", afirmou. O conselho da Acea deve se reunir nesta sexta-feira (27).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo