Topo

Carros

GM diz que ainda é cedo para saber se Europa está estabilizando

Ben Klayman

Da Reuters

14/09/2012 15h34

Ainda não está claro se o fraco mercado automotivo da Europa está estabilizando, mas os executivos da indústria estão falando mais do que nunca sobre reduzir a capacidade para atender a menor demanda na região, disse um executivo da General Motors nesta sexta-feira (14).

A unidade europeia da GM, a Opel, perdeu US$ 16 bilhões nos últimos 12 meses e a fabricante dos Estados Unidos a pressionou por uma mudança nesse negócio. Isso incluiu a saída do presidente-executivo da unidade, bem como a redução do número de empregados temporários e contratados, e o corte de horas de trabalho em algumas fábricas.

Porém, a queda nas vendas da indústria ocasionada pela crise da dívida na zona do euro colocou mais pressão sobre a GM.

"Os problemas na Europa não são apenas problemas dos negócios da General Motors na Europa", disse o vice-presidente financeiro da empresa, Dan Ammann, em uma conferência em Nova York. "São problemas da indústria europeia", completou.

Ammann disse que ainda era cedo para saber se o mercado automotivo europeu estabilizou ou se pode ficar ainda pior. "É muito cedo para fazer uma aposta", disse ele, acrescentando que isso depende do mercado ou país.

Mais Carros