Carros

Agosto deve levar país a fechar 2012 com sexto recorde anual de venda de carros

04/09/2012 11h51

De acordo com a dados inicias da Fenabrave, entidade que responde pelos distribuidores de veículos no Brasil, o setor automotivo reviu nesta terça-feira (4) suas projeções para vendas em 2012, depois que o volume de carros emplacados em agosto superou as 400 mil unidades, batendo recorde histórico que havia sido definido em dezembro de 2010. As informações inciais são da agência Reuters.

Os dados da Fenabrave confirmaram previsões de analistas e dados como o do jornalista e consultor Joel Leite apontando venda de 405.627 unidades de carros e veículos comerciais leves para o último mês (reveja aqui).

Segundo a Fenabrave, as vendas de automóveis e comerciais leves -- principal filão do mercado -- devem fechar 2012 com alta de 8,05%, a 3,7 milhões de unidades. Isto derruba a perspectiva de julho, pessimista, que apontava para queda de 0,4%.

O desempenho recorde do setor ocorreu em meio à expectativa dos consumidores com o fim do desconto do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que acabou sendo prorrogado do final de agosto para o fim de outubro pelo governo.

IPI NÃO SALVA PESADOS
Em agosto, as vendas de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões somaram 420,1 mil unidades, um crescimento de 15,35% sobre julho e de 28,3% sobre um ano antes, superando o recorde de 381,6 mil unidades, registrado em dezembro de 2010.

Com isso, no acumulado do ano até agosto, as vendas de veículos somam 2,5 milhões de unidades, avanço de 5,5% sobre o mesmo período de 2011.

Isoladamente, porém, as vendas de caminhões seguem com desempenho fraco, registrando licenciamentos de 11.360 unidades em agosto, avanço de 5,9% na comparação mensal e recuo de 30,9% sobre o mesmo período de 2011.

No acumulado do ano, o segmento apura tombo de 20,2% nas vendas, em meio ao crescimento lento da economia que tem feito empresários adiar investimentos e às antecipações de compras ocorridas no fim do ano passado, antes da mudança no regime de emissões de poluentes do país que obrigou a produção veículos menos poluentes, mas mais caros.

A Fenabrave estima que as vendas de caminhões devem encerrar 2012 com queda de 19%, para 139,85 mil unidades. A estimativa anterior apontava para recuo de 6,9%. Já as vendas de ônibus são estimadas em 37,53 mil unidades, 8% acima do licenciado em 2011.

A BRIGA POR MARCAS
A Fiat encerrou agosto na liderança no segmento de automóveis e comerciais leves, com vendas de 98,2 mil unidades, equivalente a uma participação de 24,2% das vendas. Enquanto isso, A Volkswagen apurou licenciamentos de 88,76 mil unidade, numa participação de 21,9%.

A General Motors obteve emplacamentos de 75,86 mil unidades, fatia de 18,7% do mercado. A Ford vendeu 31 mil unidades, numa participaçào de 7,7%, enquanto a Renault vendeu 27,9 mil veículos, numa participação de 6,9%. (Com Redação de UOL Carros)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo