Topo

Carros

Vendas da Chrysler sobem 30% em maio, mas analistas esperavam por mais

Claudio de Souza/UOL
Modelos como o novo 300 e a gestão da Fiat colocaram Chrysler em trajetória ascendente Imagem: Claudio de Souza/UOL

<br>Ben Klayman<br>Deepa Seetharaman

Em Detroit (EUA)

01/06/2012 11h17

A Chrysler teve alta de 30% nas vendas de carros novos em maio no mercado norte-americano, mas o dado ficou abaixo do que analistas esperavam.

A montadora controlada pela italiana Fiat registrou vendas em maio de 150 mil veículos, ante os 115,3 mil carros vendidos no mesmo mês do ano passado. Embora tenha sido o melhor desempenho de maio para a Chrysler em cinco anos, os resultados ficaram abaixo de diversas estimativas de analistas.

O restante da indústria automotiva norte-americana deve divulgar os resultados das vendas ainda nesta sexta-feira (1º de junho). Economistas consultados pela Thomson Reuters esperam uma taxa de vendas anual para o mês de 14,5 milhões de veículos.

Alguns representantes do setor esperam que a taxa seja menor, no entanto, já que o tempo quente nos meses anteriores deste ano elevou a demanda e levou a vendas mais fortes do que as esperadas.

As vendas de automóveis têm sido um dos pontos de destaque na economia por diversos meses, e os resultados das vendas mensais vão dar um panorama da demanda do consumidor.

Mais Carros