Topo

Carros

Volkswagen aposta em cidades menores para ganhar espaço na China

21/11/2011 14h28

Por Fang Yan e Jacqueline Wong

GUANGZHOU, China (Reuters) - A Volkswagen, maior montadora da Europa, acredita que venderá mais de 2 milhões de carros na China este ano e espera continuar ganhando mercado, apostando no potencial de crescimento de cidades menores.

A montadora alemã, que compete na China com General Motors, Nissan e outras empresas, vem operando acima da média do mercado automotivo chinês neste ano graças às grandes vendas das marcas Volkswagen e Audi.

"Passamos de um milhão em 2008 e quase três anos depois acreditamos muito que podemos passar de dois milhões neste ano", disse nesta segunda-feira o presidente-executivo das operações da Volkswagen na China, Karl-Thomas Neumann, durante salão do automóvel de Guangzhou, no sul do país.

O mercado automotivo chinês teve expansão de 3,2% nos primeiros nove meses, após ter crescido 32% em 2010 e 46% em 2009.

O menor crescimento foi atribuído a uma série de fatores, desde o fim do incentivo fiscal para carros pequenos a iniciativas de autoridades locais para diminuir os congestionamentos em grandes cidades, como Pequim.

Neumann, no entanto, continua otimista com o mercado chinês por causa da sólida demanda em pequenas e médias cidades que ele acredita ser "uma área de grande crescimento" para a montadora alemã nos próximos anos.

"Nesta época no ano passado, mas especificamente perto do Natal, todo mundo estava dizendo 'é, agora acabou'. Pequim está introduzindo essa limitação no emplacamento de veículos e o mercado vai diminuir a velocidade", afirmou.

"Mas, no todo, não há só Pequim ou Xangai. A China tem muito mais (potencial), como se pode ver aqui em Guangzhou e como se pode ver em cidades de segundo e terceiro níveis."

Nos primeiros três trimestres, a Volkswagen, que fabrica em joint-venture com Saic e FAW, vendeu 1,69 milhão de carros na China, 14,6% a mais que no mesmo período do ano passado.

A GM, que também vende minivans no país, teve alta de 6,6% nas vendas durante o período, enquanto a concorrente menor Ford entregou 10% mais veículos.

Atualmente, a Volkswagen tem quase 19% do mercado automotivo chinês. No sul da China, um tradicional reduto da Toyota, Nissan e Honda, a fabricante tem atualmente 15,8%, acima dos 12% em 2009.

Mais Carros