Carros

Volvo tem alta de 25% nas vendas de caminhões em outubro

16/11/2011 09h30

ESTOCOLMO (Reuters) - A Volvo, segunda maior fabricante de caminhões do mundo, teve alta de 25 por cento nas vendas em outubro, apesar da crescente preocupação com a economia mundial.

A Volvo se recuperou da queda nas vendas em 2009 causada pela crise financeira mundial, mas se viu forçada a reduzir a previsão de maior recuperação por causa da crise de dívida da zona do euro.

"Ao todo, os números de outubro são um pouco mais fortes do que eu esperava. Acho que é bom ver que a Europa Ocidental ainda está em uma tendência positiva, e a América do Norte ainda está indo bem", afirmou o analista Morten Imsgard, do Sydbank.

A fabricante prevê que a venda de caminhões na Europa crescerá para 240 mil unidades, das 179 mil no ano passado, segundo afirmou no fim de outubro. Para a América do Norte, prevê 210 mil caminhões no ano.

A Volvo, que vende caminhões sob as marcas Renault, Mack, UD Trucks e Eicher, além do próprio nome, viu as vendas de outubro aumentarem 21 por cento na Europa e 43 por cento na América do Norte. Na Ásia, houve alta de 28 por cento.

O total de entregas da Volvo foi de 22.028 veículos em outubro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo