Carros

Ações da Rolls-Royce batem recorde após negócio com Pratt

13/10/2011 10h30

LONDRES (Reuters) - A fabricante norte-americana de turbinas Pratt & Whitney aceitou comprar por 1,5 bilhão de dólares a participação da Rolls-Royce no consórcio International Aero Engines (IAE), o que levou as ações da fabricante britânica de motores a uma máxima histórica.

Além de chegar a um acordo sobre a IAE, que produz motores para os aviões A320, da Airbus, as duas companhias anunciaram que formarão uma sociedade para desenvolver motores para aviões de médio porte, que futuramente substituirão os modelos renovados do A320 e do 737 da Boeing.

As ações da Rolls-Royce em Londres, que tiveram uma performance 14 por cento acima do FTSE All Share Aerospace & Defence Index no ano passado, bateu o valor recorde de 684,5 libras no começo do dia.

"Honestamente, nunca atribuímos a nada um valor como o que foi atribuído à IAE", disse o analista Sandy Morris, da RBS. "O negócio vai aumentar o lucro operacional da Rolls-Royce em mais de 140 milhões de libras no primeiro ano e o impacto continuará mais ou menos no mesmo nível por 13 anos."

(Por Rhys Jones)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo