Carros

Acordo de Chrysler e sindicato prevê bônus menor que na GM e na Ford

Em Detroit (EUA)

12/10/2011 14h44

O Sindicato dos Fabricantes de Automóveis dos Estados Unidos (UAW, na sigla em inglês) e o Chrysler Group chegaram a um acordo sobre um contrato de quatro anos que pagaria aos trabalhadores bônus menores que os recebidos pelos trabalhadores sindicalizados na General Motors e Ford, disse o sindicato nesta quarta-feira (12).

O acordo de trabalho é o primeiro para os 26 mil funcionários da montadora representados pelo UAW desde a falência de 2009 e o resgate financiado pelo governo federal, que entregou o controle da terceira maior montadora norte-americana à italiana Fiat SpA.

Se o acordo for ratificado, os trabalhadores da Chrysler terão direito a um bônus inicial de 1.750 dólares e um adicional de outros 1.750 dólares se a companhia atingir algumas metas financeiras, de acordo com uma pessoa do sindicato que participou de um encontro do UAW, mas pediu para não ser identificado.

Os trabalhadores da fabricante de veículos começariam a receber bônus de participação nos lucros de 1.250 dólares, uma vez que a Chrysler registre um lucro de 1,25 bilhão de dólares, podendo superar 12 mil dólares de a companhia lucrar mais de 12 bilhões de dólares.

Trabalhadores iniciantes podem receber aumentos salariais superiores a de 19,28 dólares por hora, os mesmos valores negociados pela GM e pela Ford.

Em um comunicado à imprensa, o presidente do sindicato, Bob King, afirmou que o contrato com a Chrysler criará 2,1 mil empregos nos Estados Unidos e fará a empresa se comprometer com um investimento de 4,5 bilhões de dólares em produção de veículos.

General Holiefield, chefe do departamento da Chrysler no UAW e principal negociador do contrato, afirmou que o acordo "é o último em um notável progresso".

"É um novo dia na Chrysler."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo