Topo

Carros

Toyota pagará multa máxima de US$ 32 milhões após recalls nos EUA

Por John Crawley e Chang-Ran Kim

21/12/2010 19h37

A Toyota Motor aceitou pagar a multa máxima de US$ 32,4 milhões relacionada a duas investigações dos Estados Unidos sobre a maneira como a empresa promoveu uma série de recalls de veículos que afetaram suas vendas e reputação.

O acordo fecha um ano tumultuado para a fabricante japonesa, após recalls de 11 milhões de veículos nos Estados Unidos e revelação de problemas tidos como responsáveis por centenas de acidentes e mortes de dezenas de pessoas, segundo defensores de normas de segurança.

A crise provocou uma análise sem precedentes por parte do governo norte-americano sobre queixas de aceleração não intencional, um total de três multas pesadas e a perda da confiança dos consumidores sobre os carros mais vendidos da Toyota.

"Estou satisfeito de que a Toyota tenha concordado em pagar a penalidade máxima possível e eu espero que a Toyota trabalhe de maneira próxima no futuro para assegurar a segurança dos consumidores", afirmou o secretário de Transportes dos EUA, Ray LaHood, em comunicado.

A Toyota afirmou que aceitou as penalidades das autoridades norte-americanas, mas não admite qualquer violação de legislação.

"É possível que a Toyota passará por isso para se focar rapidamente em restaurar a imagem da marca no mercado norte-americano", afirmouo Yoshihiro Okumura, gerente geral da Chibagin Asset Management, em Tóquio, sobre as multas. "As vendas nos EUA deverão ser um grande incentivador para as ações da empresa."

Mais Carros