Carros

Renault e Nissan estão abertas a parcerias com GM,diz presidente

Paris/França

29/09/2010 11h59

A Renault e sua parceira Nissan Motor estão interessadas em estreitar relações com a General Motors , afirmou o presidente-executivo da Renault-Nissan, Carlos Ghosn, ao jornal Le Monde.

O executivo também disse à publicação que a crise automotiva global ficou "atrás de nós".

"Hoje, permaneço aberto a parcerias mais próximas com a GM", afirmou Ghosn em entrevista publicada nesta quarta-feira. "Se eles estiverem interessados, virão até nós."

Ele disse ter proposto trabalhar em conjunto com a GM durante a crise em encontro com Steve Rattner, que dirigiu a força tarefa do governo norte-americano para resgatar as montadoras dos Estados Unidos.

Mas Rattner gostaria que Ghosn assumisse a GM, pedido que foi recusado pelo presidente da Renault-Nissan, considerando que o abandono do seu posto no auge da crise não seria ético.

Ghosn disse ainda que a Renault, terceira maior montadora europeia, deve ingressar na China no futuro, mas não nos próximos dois ou três anos. A Nissan já está presente no mercado chinês.

Segundo o executivo disse ao Le Monde, a Nissan deve vender 950 mil veículos na China este ano, contra 10 mil comercializados dez anos atrás. A China superou os EUA como o maior mercado automotivo no mundo em 2009.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo