Topo

Carros

Trabalhadores da Mercedes em Campinas obtêm reajuste de 10,5%

Alberto Alerigi Jr.

São Paulo

28/09/2010 15h30

Trabalhadores da unidade da Mercedes-Benz em Campinas, no interior de São Paulo, aprovaram em assembleia nesta terça-feira reajuste salarial de 10,5 por cento, encerrando greve iniciada dia 16 deste mês.

Os cerca de 800 funcionários da unidade aprovaram ainda piso salarial de 1.440 reais, informou o Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região. Na unidade, a Mercedes-Benz tem centro de assistência técnica a veículos e de distribuição de peças.

A aceitação da proposta ocorreu depois que metalúrgicos da montadora na região do ABC paulista, na zona metropolitana de São Paulo, fecharam acordo, juntamente com metalúrgicos da Ford, Scania e Volkswagen, de reajuste salarial de 10,8 por cento na semana passada.

Mais Carros