Carros

GM registra lucro trimestral de US$ 1,3 bilhão, o maior desde 2004

David Bailey e Kevin Krolicki

Em Detroit (EUA)

12/08/2010 10h28

A General Motors, que teve de ser socorrida pelo governo dos EUA há pouco mais de um ano para não quebrar durante a crise econômica global, apresentou seu melhor lucro trimestral dos últimos seis anos nesta quinta-feira (12), de US$ 1,3 bilhão, um dia antes de entrar com pedido para oferta pública inicial de ações. Conforme esperado pelo mercado, o resultado abre caminho para que o governo dos Estados Unidos reduza sua participação na fabricante.

A maior fabricante de carros dos Estados Unidos registrou lucro líquido de US$ 1,3 bilhão no segundo trimestre, contra US$ 865 milhões no primeiro quarto do ano. O resultado foi o maior para o período desde 2004. A receita subiu para US$ 33,2 bilhões, ante US$ 31,5 bilhões no trimestre anterior, impulsionada por melhores resultados na América do Norte. 

Fontes disseram à Reuters na quarta-feira que a montadora assegurou uma linha de crédito de US$ 5 bilhões, marcando seu retorno ao mercado de capitais um ano após ressurgir do processo de concordata bancado pelo governo norte-americano.

A linha de crédito era o último obstáculo para o pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) que permitirá ao Tesouro dos Estados Unidos reduzir sua fatia de participação na GM, atualmente e cerca de 61%.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo