Topo

Carros

Recuperação da demanda ajuda Scania a surpreender no segundo trimestre

Por Patrick Lannin e Victoria Klesty

Em Estocolmo (Suécia)

23/07/2010 09h40

A Scania afirmou que redução de custos e uma recuperação em mercados chave após a recessão global ajudaram a elevar a margem operacional e o lucro da fabricante de caminhões no segundo trimestre. A empresa informou nesta sexta-feira (23) que as vendas de veículos no terceiro trimestre devem ser similares às do segundo.

O lucro antes de impostos da Scania, controlada pela Volkswagen, chegou a 3,4 bilhões de coroas suecas (US$ 465,7 milhões) no segundo trimestre, contra US$ 181 milhões há um ano e acima dos 2,5 bilhões de coroas suecas previstos em uma pesquisa da Reuters.

A Scania disse estar otimista com o Brasil, seu maior mercado, onde a demanda foi particularmente alta no segundo trimestre, beneficiada por incentivos fiscais, segundo a empresa.

"Devido à alta demanda no Brasil e melhora na Europa, bem como à recuperação na Ásia, a Scania elevou sua produção sucessivamente no período", afirmou a montadora.

As ações da companhia subiam 3,3%, para 134,70 coroas suecas, às 08h35 (horário de Brasília), com os analistas se mostrando satisfeitos com o resultado.

"É difícil não se entusiasmar com esses números. Veio melhor em todas as direções", afirmou o analista Niclas Hogloud, do Swedbank.

Mais Carros