Carros

Renault-Nissan quer 10% de participação na China e EUA

Por Gilles Guillaume

Em Paris

17/06/2010 12h06

A Renault-Nissan quer obter 10% do mercado de veículos na China e nos Estados Unidos, afirmou o presidente-executivo das duas companhias, Carlos Ghosn, em entrevista à revista "Paris Match".

O objetivo da aliança é alcançar as metas de participação de mercado em 2013, informou uma porta-voz da Renault. A aliança atualmente detém 6% do mercado chinês e 8% do norte-americano.

A Nissan está na China desde 2002 e a Renault vai se estabelecer no maior mercado de veículos do mundo aproveitando a estrutura da parceira japonesa "em algum momento", disse Ghosn.

"Se mirarmos em muitos mercados de uma vez, não faremos progressos em lugar nenhum porque não teremos força suficiente", disse o executivo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo