Carros

Toyota tem lucro de US$ 3 bi e supera previsões do quarto trimestre fiscal

Por Chang-Ran Kim

Em Tóquio (Japão)

11/05/2010 11h00

A Toyota Motor prevê uma recuperação mais lenta do que a esperada para os lucros deste ano, com um iene mais forte e os problemas de dívida na Europa prejudicando os esforços para desfazer o estrago da pior crise por recalls de sua história. Ainda assim, a maior montadora do mundo superou com folga as previsões de lucro do quarto trimestre fiscal, divulgado nesta terça-feira (11), com o corte de custos e incentivos agressivos de venda rapidamente atraindo clientes norte-americanos ao seu híbrido Prius e ao sedan Corolla, após o prejuízo com seu recall. Mas a sua projeção de lucro operacional em 280 bilhões de ienes (US$ 3 bilhões) para o ano fiscal findo em março de 2011 é pouco acima da metade da previsão do mercado, de 546 bilhões de ienes.

"A previsão é realmente muito fraca em comparação com o antecipado pelo mercado, mas dada a situação global agora eu não acho que eles poderiam realmente colocar uma previsão forte", disse Hiroaki Osakabe, gerente de fundos na Chibagin Asset Management, em Tóquio.

"O maior risco que eu vejo para o próximo ano não se limita apenas à Toyota, é mais se o mercado automobilístico global irá se manter assim que todos os incentivos acabarem".

Concorrentes, como a Honda Motor, também deram previsões cautelosas citando incertezas sobre os preços das matérias-primas e dificuldade em obter uma leitura sobre as vendas de carros após os subsídios do governo para estimular a demanda final no Japão e outros mercados.

A Toyota tem o encargo extra de custos legais desconhecidos e gastos com promoções para atrair compradores depois de um megarecall de cerca de 8 milhões de veículos no mundo desde outubro do ano passado para corrigir falhas nos pedais do acelerador.

RETORNO AO LUCRO
A empresa registrou um lucro operacional de 147,5 bilhões de ienes contra um prejuízo de 461 bilhões de ienes em 2008/09.

Entre janeiro e março, a montadora apresentou um lucro operacional de 95,3 bilhões de ienes, terceiro lucro trimestral seguido ante um prejuízo de 682,5 bilhões de ienes um ano antes, o maior da sua história de 73 anos.

O resultado bateu uma estimativa de prejuízo de 6,25 bilhões de ienes em uma pesquisa de 21 corretoras segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A Toyota espera vender 7,29 milhões de veículos no mundo em 2010/11, ante 7,23 milhões ano passado.

"Não há nenhuma mudança no fato de que estamos em águas turbulentas. Mas agora eu sinto que, mesmo na tempestade, podemos ver um raio de sol no horizonte", disse o presidente Akio Toyoda, em entrevista coletiva.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo