Carros

Fiat vai cortar empregos na Itália para acelerar divisão

Por Lisa Jucca e Nigel Tutt

Milão (Itália)

24/03/2010 11h01

O grupo industrial Fiat está planejando fazer mais cortes do que as esperadas 5 mil demissões na Itália e pode separar sua divisão automotiva mais cedo do que o esperado este ano, segundo informações da imprensa publicadas nesta quarta-feira.

O jornal italiano La Repubblica afirmou que a Fiat pode anunciar demissões quando divulgar o plano estratégico 2010-2014, em 21 de abril. Os cortes de empregos podem afetar fábricas de carros na Itália e representar 15% dos 30 mil funcionários empregados em linhas de produção no país, segundo o jornal. As ações da Fiat registravam alta de 2,77% às 9h44 (horário de Brasília).

A Fiat, que assumiu uma participação da Chrysler para expandir sua presença internacional, emprega pouco mais de 80 mil pessoas na Itália e 190 mil no mundo, segundo o mais recente balanço financeiro da companhia.

O La Repubblica também citou que a Fiat vai cortar o número de modelos de automóveis produzidos de 12 para oito e ampliar a produção italiana para 900 mil unidades, uma expansão de 50%.

Nos Estados Unidos, o grupo busca produzir sete modelos das marcas Fiat, Lancia e Alfa Romeo, numa produção total de mais de 350 mil unidades.

A Fiat não comentou as informações do jornal.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo