Carros

Toyota amplia recall e convoca milhões de veículos na Europa e milhares na China

Por Nobuhiro Kubo e Soyoung Kim
Em Tóquio e Detroit

28/01/2010 09h28

A Toyota Motor está ampliando para a Europa um megarecall de milhões de seus veículos devido a problemas em pedais de aceleração, em mais um golpe na reputação da maior montadora do mundo.

RECALL GIGANTE

  • Divulgação

    O utilitário compacto RAV4 é um dos oito modelos que tiveram a produção suspensa nos EUA, após recall envolvendo 2,3 milhões de carros por problemas com o acelerador.

A Toyota disse que ainda não determinou quantos veículos na Europa serão chamados, nem quando, mas a imprensa e analistas disseram que cerca de 2 milhões de carros podem ser afetados, com outros 6 milhões já sendo considerados na América do Norte.

Na China, a montadora informou que fará um recall de 75.552 unidades do jipe RAV4 por causa de problema no acelerador.

O recall interrompeu a produção e as vendas na América do Norte de oito modelos, incluindo o popular Camry, manchando o recorde da empresa de segurança e confiabilidade impecável.

"A Toyota tem os recursos para se recuperar disso, mas essa é a maior crise que enfrentamos, e a Ford, Hyundai e outros estão chegando forte", disse Jim Ziegler, consultor automotivo em Atlanta.

As ações da Toyota caíram 4% na quinta-feira, acumulando assim perda de mais de 15% na semana, o que reduziu o valor de mercado da empresa em cerca de 25 bilhões de dólares.

Uma porta-voz da Toyota Europe afirmou que os modelos e o número exato de veículos potencialmente afetados estão sendo investigados, mas que não há necessidade de interromper a produção.

No fim de quarta-feira, a empresa ainda se ofereceu para substituir o assoalho ou o pedal de outros 1,1 milhão de veículos nos Estados Unidos se os consumidores desejarem. Com essa medida voluntária, a Toyota pode lidar com cerca de 6 milhões de veículos norte-americanos com problemas relacionados ao acelerador em sua linha.

Com os outros 2 milhões de veículos na Europa, o recall somar cerca de 8 milhões de carros, quase o mesmo número de vendas globais do grupo no ano passado.

Analistas afirmam que o dano financeiro causado dependerá do tempo de parada de produção de modelos importantes; e de como a confiança do consumidor na marca seria afetada, refletindo-se no preço de carros novos e usados.

"A suspensão de vendas e de produção pode custar à Toyota pelo menos 50 bilhões de ienes (US$ 553 milhões) em lucro operacional por mês", disse Koji Endo, analista de automóveis na Advanced Research Japan.

O lucro operacional da Toyota entre julho e setembro foi de 58 bilhões de ienes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo