Carros

Comitê do governo alemão endossa ajuda a Opel

Em Berlim

11/10/2009 11h12

Um comitê do governo da Alemanha aprovou um empréstimo estatal de 4,5 bilhões de euros (US$ 6,6 bilhões) de garantia para um acordo entre o grupo automotivo canadense Magna e a Opel informou uma revista.

Segundo a revista Der Spiegel, não houve objeções das autoridades da chancelaria nem dos ministros da Economia e das Finanças.

A Magna e sua parceira russa Sberbank prometeram injetar 500 milhões de euros na Opel, que querem usar para uma investida agressiva no mercado da Rússia.

As empresas pretendem cortar cerca de 10.500 empregos europeus da Opel, dos quais 4 mil na Alemanha -- cerca de 50 mil empregos europeus da Opel estão na Alemanha --, mas prometeram manter as fábricas alemãs funcionando.

O governo alemão ofereceu 4,5 bilhões de euros em garantias para a Opel, dizendo que depois decidiria como dividir isso entre os países com fábricas da empresa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo