Topo

Carros

GM obtém três ofertas por alemã Opel

Por Christiaan Hetzner e Angelika Gruber<br/> Em Frankfurt

20/07/2009 16h51

A General Motors informou nesta segunda-feira que recebeu três propostas por sua montadora alemã Opel. A empresa disse que vai avaliar as ofertas junto com os países europeus que seriam afetados por um acordo de venda.

O consórcio que inclui a Magna e o Sberbank mudou seus planos na última hora e concordou com a possibilidade de eventualmente dividirem uma participação na Opel, disse uma fonte a par do assunto à Reuters.

"As ofertas finais, assim como as conclusões preliminares da GM, serão revistas pela Alemanha e por outros governos, pela Comissão Europeia e pelo conselho da Opel/Vauxhall", disse a GM Europe em comunicado sem revelar os nomes dos proponentes.

A expectativa é que Berlim tenha um peso importante na decisão, já que o governo alemão deve fornecer a maior parte dos até 4,5 bilhões de euros (US$ 6,4 bilhões) em garantias de empréstimo que, espera-se, a Opel precisará.

Mais cedo, a Magna e o grupo de private equity RHJ International, com sede em Bruxelas, informaram que enviaram ofertas finais pela Opel, enquanto uma fonte familiarizada disse à Reuters que a China's Beijing Automotive (Baic) também entregou sua proposta rival pela Opel e sua marca britânica Vauxhall.

A Magna e o parceiro russo Sberbank pretendem agora ter cada um 27,5% da Opel. Originalmente, a Magna -- fabricante canadense de autopeças -- queria ter apenas 20%, deixando a holding de empréstimos apoiada pelo governo russo com os outros 35%.

A mudança pode ajudar a reduzir preocupações na Alemanha acerca da potencial influência do banco russo na Opel.

Mais Carros