Topo

Testes e lançamentos


Novo Hyundai HB20 vai apostar no motor "mil"; 1.0 turbo terá 120 cv

Divulgação
Segunda geração terá muito do visual mostrado pelo conceito Saga no Salão do Automóvel de São Paulo Imagem: Divulgação

Eugênio Augusto Brito

Em Namyang (Coreia do Sul)

2019-06-03T22:31:54

2019-06-04T13:32:00

03/06/2019 22h31Atualizada em 04/06/2019 13h32

Nova geração do Hyundai HB20 será lançada no último trimestre deste ano, apenas com motor 1.0 de três cilindros. Haverá uma evolução da atual configuração aspirada, que tem 80 cavalos máximos com etanol, além do novíssimo 1.0 turbo, com injeção direta de combustível, variação de fase e que entrega 120 cavalos com etanol -- torque de 17 kgfm chega já aos 1.500 giros, mas fica baixo do fornecido pelo Volkswagen Polo, por exemplo.

Ainda não está certo se a configuração atual com motor 1.6 flex, de quatro cilindros e 128 cv, será mantida em linha. Mas se sabe que, no lançamento do novo carro, não haverá anúncio de um motor maior de nova geração. Além da sensação de "performance" que ainda se tem com o uso do turbo, as Hyundai está focada no consumo do carro, daí o "abandono" do 1.6.

Câmbios manual e automático devem continuar como os atuais: cinco marchas manual no carro de entrada, com automático de seis velocidades para pacotes mais equipados -- detalhes de calibração ainda serão mais estudados.

Expectativa é que preço também não mude muito da faixa praticada atualmente -- de R$ 50 mil a R$ 64 mil para o hatch; até R$ 66 mil para o sedã; e até R$ 71 mil para o aventureiro. Ideia é não esbarrar nos carros do segmento premium, como Polo/Virtus e Toyota Yaris, que podem cobrar até R$ 80 mil a depender da versão.

Piracicaba está pronta

Fornecedores e a própria fábrica já estão em movimentação para a montagem do novo carro. A Hyundai, porém, ainda não se definiu sobre quando será feita a "virada" da fábrica de Piracicaba para o novo modelo. Certo é que a janela vai acontecer no último trimestre: setembro é cedo demais, mas dezembro já será tardio.

Assim, aposte suas fichas para apresentação do Novo Hyundai HB20 em outubro ou novembro, período semelhante ao da chegada da primeira geração, em 2012.

Produção será semelhante à atual: a fábrica pode entregar 210 mil unidades ao ano de HB20 e Creta, na proporção de 60/40 - ou seja, até cerca de 130 mil unidades do compacto. Isso é o bastante para abastecer o mercado nacional e garantir exportação a Uruguai, Paraguai e, espera-se agora, até mesmo Argentina (o novo motor turbo permitirá o uso do carro neste mercado, onde a gasolina distribuída é mais pura).

UOL Carros está na Coreia do Sul, onde testará a nova geração, ainda em caráter de desenvolvimento, e trará impressões em breve.

* Viagem a convite da Hyundai Motor Brasil

Mais Testes e lançamentos