Topo

Testes e lançamentos


Chefão da FCA crava: chegou a hora de a Fiat ter SUV no Brasil

Alessandro Reis

Do UOL, em Betim (MG)

2019-05-23T07:00:00

23/05/2019 07h00

Resumo da notícia

  • Serão dois ou três modelos derivados do conceito Fastback
  • Todos usarão os novos motores turbo de 1 ou 1,3 litro
  • Michael Manley, chefão da FCA, veio ao Brasil exclusivamente para anúncio
  • Haverá ainda modelo de sete lugares, "primo-irmão" do modelo da Jeep
  • Jeep de sete lugares não será um Compass, mas carro inédito

Depois de consolidar no Brasil a marca Jeep, fabricante de SUVs por tradição e com dois modelos (Renegade e Compass) entre os mais vendidos, chegou a hora de a Fiat ter seus utilitários esportivos no país, apontou a alta cúpula da Fiat-Chrysler Automobiles (FCA), durante segundo evento de anúncio de investimentos multi-bilionários no Brasil em menos de uma semana -- ao todo, foram R$ 16 bilhões.

Este novo rumo da Fiat foi sinalizado pelo CEO global da FCA, Michael Manley, a jornalistas durante entrevista na fábrica da companhia em Betim (MG). A estratégia foi corroborada por Antonio Filosa, presidente da FCA para a América Latina, logo após apontar que parte do investimento -- cerca de R$ 500 milhões -- seriam usados na fabricação de motores turbo para os novos modelos.

Os novos motores, uma evolução da atual família Firefly, vão equipar ao menos parte dos 15 lançamentos que a FCA já confirmou no Brasil até 2024. E esses lançamentos incluem os SUVs da Fiat, que serão derivados do conceito Fastback, mostrado em novembro.

"O conceito Fastback, apresentado no último Salão do Automóvel de São Paulo, vai dar origem a dois ou três utilitários esportivos com o emblema Fiat nos próximos anos, dentro do novo ciclo de investimentos", cravou o executivo.

De acordo com Filosa, protótipos já têm sido mostrados a potenciais clientes em clínicas no Brasil, sem dar mais detalhes.

UOL Carros já tinha adiantado, com informações do colunista Fernando Calmon, que um dos utilitários esportivos da Fiat terá porte compacto e lançamento previsto para 2021. Ainda estão previstos um modelo médio, que pode ser o próprio Fastback ganhando vida, e uma configuração para sete pessoas.

Jeep vai além do Compass

Falando em sete pessoas, fonte ligada à FCA apontou que o modelo da Jeep com sete lugares, previsto para estrear em 2020, será posicionado logo acima do Compass em porte e preço. Mais: não será um Compass estendido, mas terá outro nome, ampliando a família da marca de SUVs tradicionais.

Este novo SUV terá desenvolvimento local. O mercado chinês tem uma opção da marca com três fileiras de assentos, mas não será esse o modelo a ser produzido e vendido por aqui.

Siga o UOL Carros no

Mais Testes e lançamentos