Topo

Testes e lançamentos


Toyota Corolla 2020 chega em outubro ao Brasil; RAV4 Hybrid, em junho

Jorge Moraes; Eugênio Augusto Brito

Colaboração para o UOL, em Detroit (EUA); do UOL, no Rio (RJ)

2019-03-28T09:56:30

28/03/2019 09h56

Resumo da notícia

  • Líder do segmento de sedãs médios chega à 12ª geração
  • Corolla e RAV4 serão híbridos na estreia
  • Sedã e SUV médios chegam primeiro em versões "completonas"
  • Ideia é fazer bons números de venda ainda em 2019

Não conte à Toyota que a gente revelou o segredinho deles, mas pode anotar na agenda. A nova geração do Toyota Corolla, que chega como modelo 2020 e terá a cara do sedã europeu, chega ao Brasil no começo de outubro. A grande questão a ser definida é se será antes ou após o feriado de 12 de outubro.

Quer mais? Então anote mais uma data: antes do Corolla, ainda em junho, a Toyota promove a estreia da quinta geração do SUV médio RAV4, apresentada globalmente no Salão de Nova York, há um ano. Ideia é fazer isso no final do mês, prevendo a demanda do segundo semestre.

Ideia é já usar o segundo semestre para faturar o máximo possível de unidades dos novos modelos, que serão vendidos em suas versões mais completas (e mais caras) num primeiro momento, para salvar o caixa do ano. A Toyota já avisou que 2019 será um ano de crescimento mínimo na América do Sul e Brasil, mas Corolla e RAV4 2020 podem melhorar esses dados.

Também se espera, dentro do escritórios dos executivos da marca, que a chegada da dupla esfrie os ânimos da concorrência, que também se movimenta ao longo de 2019. A rival Honda confirmou na quarta-feira que pretende trazer três híbridos até 2023 -- quando chegarem, terão os modelos da Toyota já consolidados no mercado.

Divulgação
RAV4 Hybrid 2020: estilo imponente, motorização potente de até 220 cv Imagem: Divulgação

Corolla, RAV4: tudo híbrido

Está certo que o RAV4 só chega importado na configuração topo de gama, Limited, com motorização híbrida. Será o único pacote a ser colocado à venda no Brasil. Ponto.

No caso do Corolla, as primeiras vendas, realizadas nos últimos três meses de 2019 serão apenas da configuração topo de gama, também com motorização híbrida. Este modelo nacional será quase um "clone" do sedã europeu, em termos de visual e equipamento. Quase, porque teremos o motor híbrido flex.

Versões complementares, de entrada, intermediária e não-híbridas para o Corolla, só ao longo de 2020.

O que o Corolla Híbrido tem?

Essa nova geração do Corolla é construída sobre a plataforma TNGA (a mesma do Prius), na variante GA-C. A promessa é de ter um sedã médio mais dinâmico e estável que o atual. São aproximadamente 4,64 metros de comprimento, 1,78 m de largura e 1,43 m de altura, mantendo entre-eixos de 2,70 m.

Interior deve ser mais atual, também, como uma evolução da geração vendida no Brasil. Há central multimídia com tela tátil de oito polegadas, painel digital com tela de sete polegadas, além de pacote de segurança Toyota Safety Sense/TSS (controle de cruzeiro adaptativo inteligente, que controla excesso de velocidade na estrada, nova exigência global de segurança da marca; frenagem automática; alerta de saída de faixa; leitura de placas de trânsito e farol alto adaptativo). Suspensão é multilink na traseira.

Na Europa, o motor é o 2.0 a gasolina/híbrido, que passa dos 180 cv no sedã híbrido, com uma configuração 1.8 híbrida (similar ao conjunto do Prius) para o hatchback (que não será oferecido no Brasil). É bom lembrar que o projeto brasileiro utilizará o motor flex auxiliando o sistema elétrico.

Câmbio é o Multidrive S, um CVT com "embreagem de partida" para fazer a transmissão inicial de torque às rodas no momento da arrancada, passando às polias do CVT convencional apenas com o veículo já em movimento.

Como é o RAV4 Hybrid

Nos mercados onde já roda, o novo RAV4 Hybrid Limited usa o motor 2.5, quatro cilindros, a gasolina, gerando 219 cv na configuração FWD, com 222 cv para o de tração integral (AWD). Configuração híbrida 2.0 ainda está no forno.

Para o 2.5 Hybrid, a promessa da Toyota é de 17 km/l de consumo, com 0-100 km/h em 8,5 segundos, um ótimo número.

Também feito sobre a plataforma TNGA, mas na especificação K, o RAV4 de quinta geração cresce para 4,60 m de comprimento, 2,69 m de entre-eixos, 1,85 m de largura, com 580 litros de porta-malas. TSS também está incluso no pacote.

E os preços?

Isso ainda não está definido. No exterior, o RAV4 Hybrid de topo cista US$ 35.700 (algo como R$ 143 mil limpos). O RAV4 atual sai por R$ 130 mil no Brasil. Mas, segundo concessionários, podemos aguardar valores acima por volta dos R$ 180 mil para o novo.

UOL Carros acredita que o novo Corolla Híbrido Flex terá o patamar de R$ 129.900 como valor máximo, atuando como um modelo de "status" para o segmento médio, por conta de motor e equipamentos, mas sem tirar o "valor"do Prius (R$ 125 mil a R$ 127 mil). Para um segundo momento, ideia é que versões de entrada partam do patamar mítico/místico/psicológico abaixo de R$ 100 mil -- R$ 99,9 mil para a futura versão GL; R$ 110 mil para o XEi e quase R$ 130 mil para o Altis Hybrid com TSS.

Claro, se o dólar mantiver os patamares atuais -- a conferir.

* Jorge Moraes é jornalista, influenciador digital, jurado do Prêmio UOL Carros e fala sobre tecnologia em automóveis

Mais Testes e lançamentos