Topo

Salão de Genebra


Audi Q4 e e-tron Sportback são apostas da marca em SUVs elétricos; conheça

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-03-06T07:00:00

06/03/2019 07h00

Resumo da notícia

  • Conceito e-tron Sportback antecipa versão "acupêzada" do SUV e-tron
  • Potência combinada é de 407 cv e torque de 67,7 kgfm
  • Q4 e-tron antecipa futuro SUV compacto elétrico
  • Carro tem 2 motores elétricos com 305 cv e torque máximo de 46,9 kgfm

Não é segredo para ninguém que a Audi vai apostar em um futuro dominado por carros elétricos. Tanto é que a marca aproveitou o Salão de Genebra para revelar dois modelos: o Q4 e o e-tron Sportback.

O e-tron Sportback ainda é um protótipo, que antecipa uma futura versão "acupêzada" do SUV e-tron. O veículo não aproveita a plataforma modular elétrica da marca, mas traz a conhecida tração integral quattro.

A Audi não forneceu muitos detalhes sobre motorização e dados técnicos, mas especula-se que o carro aproveitará o conjunto do e-tron SUV -- no caso formado por dois motores elétricos com potência combinada de 407 cv e torque máximo de 67,7 kgfm.

As baterias de 95 kWh são suficientes para entregar uma autonomia de até 417 km, sendo que 80% da carga total é obtida em aproximadamente meia hora se plugadas em um carregador rápido de 150 kW.

Por baixo da camuflagem psicodélica nota-se um design claramente inspirado no A7 Sportback, A curvatura do teto é típica dos modelos com pegada de cupê e a traseira traz as lanternas interligadas por uma barra de LEDs -- como acontece nos novos A7 e A8. O protótipo também vem com câmeras no lugar dos espelhos retrovisores convencionais, algo que deve ser oferecido como opcional na versão de produção -- que deve estrear no Salão de Frankfurt, em setembro deste ano.

Q4 antecipa futuro SUV compacto elétrico e tecnológico

Outra estreia realizada em Genebra foi a do Q4 e-tron. Assim como o e-tron Sportback, ele é um conceito. A diferença é que o estudo antecipa um futuro SUV de porte compacto, bem semelhante ao Q3. O design é bem esportivo, com detalhes como uma seção em preto brilhante na grade frontal e um para-choque traseiro com traços bastante agressivos. Atrás, as lanternas são um pouco maiores que as dos outros modelos da marca, como os novos A7 e A8.

Curiosamente, o Q4 não segue a tendência dos últimos conceitos da marca e traz espelhos retrovisores convencionais no lugar das câmeras -- talvez um indício de que a tecnologia será limitada aos modelos mais caros da Audi.

O Q4 e-tron é movido por dois motores elétricos que entregam a potência combinada de 305 cv, com torque máximo de 46,9 kgfm. Deste total, 204 cv e 31,6 kgfm vem do motor elétrico traseiro e os 101 cv e 15,3 kgfm restantes são gerados pelo motor que movimenta o eixo dianteiro.

Nesta configuração, o Q4 precisa de 6,3 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h, atingindo a velocidade máxima de 180 km/h limitada eletronicamente.

A autonomia do SUV é estimada em mais de 450 quilômetros, sendo que 80% da carga pode ser obtida em apenas trinta minutos plugado em um carregador rápido.

Por dentro há um generoso espaço interno, graças à boa distância entre eixos de 2,77 metros -- acima da média do segmento, aliás. O interior traz painel digital e tela tátil de 12,3 polegadas que controla todas as funções do sistema de entretenimento e as principais funções do veículo.

 O Q4 e-tron será fabricado em série no fim de 2020 e será o quinto modelo da Audi movido a eletricidade.

Mais Salão de Genebra