Topo

Testes e lançamentos


Nissan Kicks Surf abre com pulseira eletrônica e dá dicas do futuro do SUV

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-02-27T14:18:49

27/02/2019 14h18

Resumo da notícia

  • Kicks Surf foi criado por Estúdio de Design da Nissan América Latina
  • Modelo é baseado na versão SL, a mais completa
  • Conceito promete "inovações da visão" do sistema de segurança do Kicks
  • Tecnologia permite abrir o carro com pulseira eletrônica
  • Visual e equipamentos são inspirados na cultura do surfe

Ao poucos, a ritmo de conta-gotas, a Nissan vai dando detalhes de como deverá atualizar seu modelo mais rentável no Brasil, o Kicks, quarto utilitário-esportivo compacto mais vendido do Brasil em 2018. A marca revelou agora o protótipo Kicks Surf Concept, um show-car baseado na versão topo de gama SL, que traz estilo arrojado e mais tecnologia.

Com forte inspiração em esportes de ação, como o surfe que dá nome ao conceito, o Kicks Surf foi criado pelo Estúdio de Design da Nissan América Latina, instalado no Brasil, e não vai gerar uma série especial ou algo similar, segundo a própria Nissan.

UOL Carros, porém, enxerga mais algumas dicas sobre o futuro do carro neste anúncio. Não há mudança de visual, a princípio -- grade, conjunto óptico e lanternas seguem o mesmo design do modelo vendido nas lojas. Mas temos novos tons da pintura bicolor ("saia e blusa", agora com tecnologia de pintura degradê para belas matizes de azul e amarelo), rodas pintadas de preto (uma das tendências do mercado), novos racks de teto (com barras transversais), proteção na área de carga do bagageiro e grafismo interno modificado. 

Também existem firulas típicas de show-cars -- neste caso, sistema de ducha portátil e trocador alinhados à proposta do surfe. Mas o mais interessante é a promessa de "integração de avançadas tecnologias de segurança e conectividade", segundo a própria Nissan.

Um item extra claramente mostrado, porém, é o sistema de abertura sem chave KLS, que usa uma smartband (pulseira eletrônica) para destravar as portas. Este item surgiu com o Jaguar F-Pace e, no começo deste mês, foi anunciado como equipamento de série do Hyundai Creta mais completo. Não há, porém, descrição de quais seriam as alterações em termos de segurança, mas a fabricante afirma que são "inovações da visão Nissan Intelligent Mobility já presentes no modelo", como foco na redução de acidentes.

Atualmente, o Kicks vai de R$ 74.990 a R$ 102.390, sendo que esta última configuração (SL Pack Tech) traz na lista de série partida do motor por botão, seis airbags, alerta de colisão com assistente de frenagem, câmera 360º, controle de tração, de estabilidade e de controle de curva, além do assistente de partida em rampa.

Fazem falta, porém, itens mais simples como controle de cruzeiro, que estão presentes na lista de equipamentos de grande parte dos rivais. Além disso, a Nissan tem na prateleira global do "Intelligent Mobility" sistemas como controle de cruzeiro adaptativo (ACC) e assistências semi-autônomas, ainda que esse tipo de tecnologia somente seja usada em modelos de segmentos superiores.    

Divulgação
Tecnologia KLS usa pulseira para destravar portas do Kicks; Hyundai Creta já usa sistema Imagem: Divulgação

Futuro híbrido

Segundo UOL Carros apurou, a maior novidade para uma futura atualização do Kicks será a adoção de trem-de-força eletrificado, que já está sendo testado no Brasil. 

Um Nissan Note (monovolume cuja plataforma, com adaptações, deu origem ao projeto do Kicks), utilizando motor 1.2 de três cilindros de 79 cv e 10,5 kgfm de torque máximo, combinado a um motor elétrico de 40 kWh -- o equivalente a 54,4 cv -- roda como "mula de testes" para o Kicks.

Nesse sistema combinado, chamado de E-Power pela Nissan, temos geração de 109 cv e 25,9 kgfm. O motor a combustão gera energia para as baterias, que fazem as rodas serem movimentadas. Há ainda regeneração de força tanto na frenagem, quanto na retirada do pé do pedal do acelerador. Tudo junto promete autonomia, de acordo com a engenharia da empresa, de até 1000 quilômetros com o uso do tanque de 47 litros.

Além do Kicks, que pode ser anunciado até final deste ano, a Nissan planeja a venda do Sentra E-Power. Também há novidades para os compactos March e Versa, que vão passar por alterações de design e conectividade em 2020.

Divulgação
Nissan planeja linha completa no Brasil: Leaf (elétrico), Kicks (eletrificado) e até modelos híbridos Imagem: Divulgação

Mais Testes e lançamentos