Topo

Testes e lançamentos


Ford confirma picape intermediária para concorrer com a Fiat Toro

Dmitriy Shkolnik/Divulgação
Imagem: Dmitriy Shkolnik/Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/01/2019 07h00

Modelo ainda não tem data de lançamento definida e será vendido inclusive nos Estados Unidos

A Ford está desenvolvendo uma inédita picape de porte intermediário que pode concorrer com Fiat Toro e Renault Duster Oroch no Brasil. A informação foi confirmada pelo vice-presidente executivo e presidente global da Ford, Jim Farley, à agência de notícias "Automotive News".

O executivo afirmou que a Ford está "investido em versões mais acessíveis na divisão de picapes" e que "você pode esperar novos modelos em segmentos abaixo de onde estamos presentes atualmente".

Farley, porém, preferiu não adiantar quando a nova picape chegará às ruas. A fabricante foi procurada pela reportagem da "Automotive News", mas um porta-voz da empresa disse apenas que "teremos mais detalhes sobre novos modelos no futuro".

A informação de que a Ford lançaria uma picape de porte intermediário (ou compacta para os padrões norte-americanos) surgiu em 2018, quando a revista "Automobile" afirmou que o projeto aproveitaria a plataforma do novo Focus -- que não será vendido na América do Sul.

Na ocasião, a montadora não negou a informação e disse que "expandirá significativamente nossa linha de produtos na América do Norte com novos veículos e entrando em novos segmentos com design atraentes e propostas inéditas que nos permitirão crescer ainda mais".

Ainda não há nenhuma informação concreta sobre este projeto. No entanto, a revista "Car and Driver" já revelou que a marca registrou o nome "Courier" nos Estados Unidos. Se soa diferente para os gringos, este nome é bastante familiar para nós: quem não se lembra da Ford Courier, a picape compacta baseada no Fiesta? Ela foi vendida no Brasil entre 1997 e 2013, saindo de cena sem deixar sucessora.

F-150 híbrida e elétrica

Além de confirmar um projeto inédito, Farley revelou que a linha F-Series (liderada pela campeã de vendas F-150) será eletrificada, ganhando versões híbrida e elétrica.

O discurso endossa a declaração de Bill Ford, presidente da empresa, no ano passado.

"Quando se trata de fabricar as melhores picapes do mundo a gente não dorme no ponto. Sejam movidas a gasolina, diesel ou híbridas -- ou até mesmo 100% elétricas, quando chegar a hora certa --, elas vão conduzir o mundo a um caminho sustentável e solidificar a imagem de robustez e resistência das picapes Ford", afirmou Bill.

Embora não tenha confirmado data de lançamento, a "Automotive News" afirma que a F-150 híbrida deve ser apresentada até o fim desta década. Além de já ter dedicado 90% de seus recursos para a produção de picapes nos EUA (abrindo mão, assim, da maioria de seus automóveis de passeio, especialmente sedãs), a Ford investirá US$ 11 bilhões na eletrificação de produtos.

A meta da empresa é oferecer 40 modelos eletrificados em todo o mundo até 2022. Deste total, 16 veículos serão totalmente elétricos e 24 serão híbridos ou híbridos do tipo plug-in.

Mais Testes e lançamentos