Topo

Salão de São Paulo

Chefão abre planos da Nissan: SUVs híbridos e sedã entre Versa e Sentra

Siga o UOL Carros no

Jorge Moraes, Leonardo Felix e André Deliberato

Colaboração para o UOL e do UOL, no São Paulo Expo (SP)

12/11/2018 07h00

Marco Silva também confirma novo facelift para March e Versa e projeto para Frontier flex; assista e saiba tudo

O presidente-executivo da Nissan do Brasil, Marco Silva, revelou durante entrevista exclusiva a UOL Carros em nosso canal no Youtube a possibilidade de eletrificar a gama da empresa no  Brasil.O Leaf, apresentado na última terça-feira (6) no Salão do Automóvel de SP, é o primeiro passo.

Hatch médio 100% elétrico será comercializado no Brasil em 2019, e já é oferecido em sistema de pré-venda por R$ 178.400. A partir dele, segundo o executivo, a marca preparou clínicas de pesquisa na própria mostra para o SUV X-Trail em sua configuração híbrida.

"[O X-Trail] É um modelo importante na gama mundial da Nissan. Queremos testar o gosto do consumidor nessa segmentação de SUV maior que o Kicks e, até o momento, a aceitação em relação ao veículo em nossas pesquisas tem sido muito grande. Isso será muito importante para nossa tomada de decisão", afirmou o presidente.

Veja mais

Fique por dentro do Salão do Automóvel de SP
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Silva também foi perguntado sobre a possibilidade de uma reestilização do atual carro-chefe da marca, o Kicks, com estreia de uma versão híbrida no próximo biênio. O executivo surpreendentemente admitiu que a renovação do suvinho contempla novidades nesse sentido.

"Temos trabalhado já numa remodelação do Kicks. Esse ciclo pode vir com algumas novidades e a eletrificação faz parte de nossa visão para o futuro. Então, a eletrificação... Poderia ser. Precisamos fazer os testes e entender como trabalhar essa frente, mas nossa visão não muda: queremos conquistar o mercado de forma consistente", afirmou.

Não precisava ser mais claro.

Silva também confirmou os planos de esticar as atuais gerações de March e Versa brasileiros com um novo facelift, projeto de US$ 40 milhões, mas surpreendeu ao revelar o estudo de um sedã compacto premium a ser posicionado entre o Versa e o Sentra.

"Temos visto outras oportunidades, principalmente no mercado de sedãs. Outras marcas já estão trabalhando praticamente em três segmentos, sendo um sedã de entrada, que é o nosso Versa, um sedã um pouco mais acima, como alguns competidore já vêm lançando [Nota do editor: aqui estamos falando de Volkswagen Virtus, Fiat Cronos, Toyota Yaris e afins], e um sedã maior, como temos o Sentra. Estamos analisando bem de perto essa segmentação do mercado e como podemos cobri-la", contou.

Vale lembrar que a Nissan já atuou nesse mercado no passado com o Tiida Sedan. Atualmente, no entanto, não há qualquer produto desse tipo em oferta em outros países, o que indica que a fabricante teria de desenvolver o produto do zero -- ou adaptá-lo de um projeto já existente, como... o Micra europeu, com plataforma simplificada a partir do nosso Kicks.

Por fim, Marco Silva afirmou que uma configuração flex da atual Frontier está no radar, mas depende de "conversas com [a matriz no] Japão". Confira a entrevista completa no vídeo que abre a reportagem.

Mais Salão de São Paulo