Topo

Salão de São Paulo

Volkswagen revela picape Tarok, rival da Toro; Polo e Virtus têm versão GTS

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

06/11/2018 12h21

Marca revela novidades instigantes -- UOL Carros conversa ao vivo com presidente da empresa

Uma inédita picape intermediária é a principal atração da Volkswagen no Salão de SP. A Tarok dará origem a um modelo de produção com lançamento previsto "para breve", segundo o presidente da empresa no Brasil e na América do Sul, Pablo di Si, em conversa exclusiva com UOL Carros. A data correta gira em torno da temporada de 2020.

A carroceria de cabine dupla traz um painel atrás do banco traseiro que pode ser rebatido para ampliar a capacidade da caçamba. A tampa do compartimento, aliás, possui o sistema de amortecimento com mola a gás, semelhante ao mecanismo adotado na Saveiro.

Outra atração para os picapeiros no Salão é a Amarok V6 Concept. O estudo de estilo segue a receita da F-150 Raptor, com pneus lameiros, rodas esportivas e outros adereços aventureiros.

Veja mais

Fiat mostra conceito Fastback e vai investir R$ 8 bilhões ate 2023
GM dá preço para o carro elétrico: Bolt parte de R$ 175 mil
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Como ela será?

Construída a partir da plataforma modular MQB A0, a Tarok deriva diretamente do SUV urbano T-Cross. Será posicionada entre a Saveiro e a Amarok, ocupando justamente o segmento no qual a Toro reina e a Duster Oroch faz figuração, ainda que tenha chegado antes.

Já sabemos que a Volkswagen Tarok terá porte próximo ao da futura rival da Fiat, incluindo uma caçamba que muito provavelmente permitirá capacidade de carga de 1 tonelada e, quem sabe, a inclusão de versões utilizando o motor 2.0 a diesel de 180 cv e 42,8 kgfm da Amarok.

Configuração bicombustível está mais certeira no radar e deve contar com o propulsor 1.4 turboflex de 150 cv e 25,5 kgfm de T-Cross e Golf. A única informação confirmada pela montadora, por enquanto, é que a Tarok terá tração integral.

Pelo conceito é possível perceber que a Volkswagen aplicará à sua picape compacta-média o mesmo estilo do T-Cross na parte traseira: lanternas integradas por uma larga faixa em preto brilhante na tampa da caçamba, que deve contar ainda com um discreto refletor em seu miolo.

A solução é uma das mais interessantes, em termos de estética, dentre as últimas tendências automotivas, caindo muito bem em veículos utilitários.

Ainda de acordo com o comunicado, o modelo será sempre cabine dupla -- deixando para a Saveiro a solução da cabine simples, sempre associada a modelos mais baratos e dedicados ao trabalho pesado. Terá ainda uma solução que permitirá o rebatimento da chapa que separa a cabine da caçamba, ampliando "em poucos passos" o espaço para carga.

Pelo avanço das formas do conceito, acreditamos que o modelo real receberá poucas mudanças do conceito para a versão de produção, e que há grandes chances de ser comercializado em outras regiões do mundo -- lembramos que deriva do global T-Cross, que além de Brasil (e América Latina) será vendido na Europa e na China.

Lançamento deve ocorrer no primeiro semestre de 2020, com produção em São José dos Pinhais (PR), mesmo local da linha de fabricação do T-Cross.

Siga o UOL Carros no

Esportivo raiz

A mítica sigla GTS volta nos modelos Polo e Virtus. Ambos trazem detalhes como faróis em led do Polo GTI europeu, rodas de liga leve de X polegadas e aerofólio traseiro. A motorização é a 1.4 TSI de até 150 cv, presente em outros modelos da marca (como o Jetta), mas até então inédito na gama Polo/Virtus.

Outro modelo esportivo presente no evento é o Golf GTE, que já esteve em exposição na edição passada da feira.

Tem SUV, sim!

A marca finalmente entrará no segmento de SUVs compactos no ano que vem. Revelado mundialmente em três países (Brasil, Holanda e China), o T-Cross faz sua primeira aparição pública mundial em São Paulo. O SUV será lançado no primeiro semestre de 2019 com duas motorizações: 1.0 TSI (até 128 cv) e 1.4 TSI (150 cv). São duas opções de transmissão: manual de cinco marchas (apenas no 1.0) e automática de seis velocidades (associado ao 1.4 turbo).

Por fim, a futura gama de modelos elétricos está representada no evento pelo I. D. Crozz. O protótipo, feito pelo brasileiro Marco Pavone, o mesmo criador do up!, antecipa um SUV compacto com dois motores elétricos, 305 cavalos de potência e autonomia para 500 quilômetros com uma carga, com lançamento agendado para 2020. A marca lançará cinco modelos eletrificados nos próximos anos, incluindo aí Golf GTE (que já está previsto para ser vendido a partir do próximo ano), Passat GTE, além do e-Golf.

Mais Salão de São Paulo