Topo

Salão de São Paulo

Honda mostrará novo Accord no Salão, mas expectativa é pelo HR-V turbo

Divulgação
Novo Accord é um dos carros que pode estrelar o espaço da Honda no Salão do Automóvel de São Paulo 2018 Imagem: Divulgação

Fernando Miragaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

02/11/2018 07h00

Sedã chega em sua décima geração e opção do SUV compacto seria estratégico para modelo se equiparar a rivais do segmento

A Honda segue sendo puro mistério para o Salão de São Paulo 2018. A marca japonesa guarda a sete chaves suas atrações no evento, que começa no próximo dia 8 de novembro. A expectativa por dois modelos, contudo, é forte: o novo Accord e a versão turbo para dar fôlego ao HR-V.

A décima geração do sedã grande é praticamente certa no evento, pois suas vendas começam no fim de dezembro. O Accord 2019 adota estilo que lembra o do Civic 10, principalmente com o caimento acentuado da terceira coluna, para dar aquele "ar" de cupê.

Veja mais

+ Rival do HR-V, Jeep Renegade também mudou; assista
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

O desenho dianteiro traz a grade trapezoidal típica da marca com faróis que dão sequência a um corte mais anguloso e que são levemente afilados -- lembram até alguns modelos da Audi.

Na traseira, lanternas com recortes que lembram um "V" como no Civic, só que em estilo mais clássico e menos ousado que o do irmão menor. Por dentro, painel tradicionalista com tela da central multimídia destacada e botões no lugar da alavanca do câmbio automático.

A julgar pelas dimensões, o novo Accord diminuiu por fora e cresceu por dentro. No comprimento perdeu só 1 cm, com 4,80 metros no total. Porém, são 5 cm a mais de entre-eixos, que agora soma 2,82 m.

Divulgação
Expectativa é ver o Honda HR-V Touring no Salão com motor 1.5 Turbo de Civic e CR-V Imagem: Divulgação

Motor? 1.5 turbo

O motor será o 1.5 turbo de 173 cv que equipa o Civic e o CR-V, sempre aliado ao câmbio CVT. Este propulsor entra no lugar do V6 de 280 cv -- nos EUA o Accord ainda tem um 2.0 16V turbo de 255 cv, com transmissão automática de 10 marchas.

Esse mesmo conjunto é aguardado para a versão topo de linha do HR-V. A expectativa (e torcida) é que a configuração Touring também seja exibida no estande da marca no Salão de São Paulo. Na recente apresentação do HR-V 2019 a Honda não falou da Touring.

O HR-V renovado seria a estratégia da Honda para se antever à chegada do T-Cross, apresentado recentemente pela Volkswagen. O SUV da fabricante alemã promete dar dor de cabeça no segmento, com o porte robusto, espaço generoso e o consagrado motor 1.4 TSI de 150 cv.

Com preços esperados entre R$ 90 mil e R$ 120 mil, o T-Cross pegaria justamente a faixa de preço do HR-V. Líder do mercado, o Honda atrai pela dirigibilidade e bom nível de conforto a bordo. O modelo nem se preocupa em descer do salto, já que Jeep Renegade, Nissan Kicks e Hyundai Creta sempre se embolam na vice-liderança da categoria atrás do HR-V.

Mesmo assim, o utilitário esportivo feito em Sumaré (SP) vende o que produz. Atualmente, começa em R$ 92 mil na versão LX que sequer tem bancos de couro ou central multimídia. Os itens mais bacanas ficam para a EXL, acima dos R$ 108 mil. Portanto, a Touring pode passar de R$ 110 mil com o turbo e mais itens.

Mais Salão de São Paulo