Topo

Salão de São Paulo

Audi vai mostrar carros e SUVs altamente tecnológicos no Salão de São Paulo

Siga o UOL Carros no

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/10/2018 15h40

Marca exibirá novos RS4, A6, A7, A8 e Q8 durante a feira; modelos estreiam no país em 2019

A Audi decidiu não esperar até novembro para mostrar suas novidades do Salão do Automóvel de São Paulo. O estande da marca terá um superesportivo R8, claro, pois muita gente vai ao salão só para ver e ouvir modelos com motorzão e alta potência. Mas a Audi vai apostar, principalmente, em modelos de alta tecnologia em seu estande no São Paulo Expo entre os dias 8 e 18 de novembro.

Serão cinco novidades com novos sistemas de iluminação (que utiliza Oled, como nas TVs de ultra definição), de mapeamento de trânsito, de condução semi-autônoma (chegando ao nível três pela primeira vez) e de motorização (incluindo híbrido leve). Todas chegam às lojas brasileiras em 2019.

Veja mais

+ Audi E-Tron prova que carro elétrico pode ser bonito
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

A volta do RS4

O RS4 completa 18 anos de história e desembarca no Brasil em sua quarta geração. Em vez do conhecido 4.2 V8 aspirado, a perua traz um 2.9 V6 biturbo de 456 cv e 61,2 kgfm. Será este modelo o primeiro a estreiar no mercado brasileiro, em março de 2019.

A nova geração do A6 também fará seu debute nacional no Salão de SP. Além do design inteiramente renovado (com clara inspiração no A8), o sedã traz um sistema de híbrido leve (mild hybrid), incluindo uma bateria de 48 volts. A solução é semelhante à presente no recém-apresentado Mercedes-Benz C 200 EQ Boost. O carro traz sistema de iluminação de Oleds nas lanternas e faróis, tecnologia de condução semi-autônoma, head up display e tecnologia a laser para identificar obstáculos e placas de trânsito.

O novo A7 chega ao país em 2019, e ainda não há definição sobre motorizações. Motorização é a 3.0 V6 de 340 cv , a mesma que equipa a unidade trazida para o Salão ainda não está confirmado. As novidades são as mesmas do A6, mas em "corpo" mais esguio e esportivo. Nas palavras da Audi, é o "modelo mais bonito da marca atualmente". Tanto A6 quanto A7 estreiam no país no primeiro semestre de 2019.

A8: o melhor da Audi

O A8 também é presença confirmada para o Salão de SP. Precursor do atual conceito de conectividade e interatividade na linha Audi (com direito a várias telas pela cabine), o sedã também foi o primeiro carro comercial do mundo a se portar com um autônomo de nível três -- direção totalmente autônoma até 60 km/h, mas com supervisão total do condutor. Essa tecnologia existe, mas ainda não está ativa nem na Alemanha, o que significa que também não existirá no carro que virá ao Brasil tão cedo.

O sedã reúne o que há de mais avançado na linha Audi. Um bom exemplo é o sistema de suspensão inteligente e ativa, capaz até de erguer um dos lados da carroceria se detectar iminência de colisão lateral -- como forma de proteger os ocupantes. Há rodas traseiras esterçantes e até airbags centrais para proteger os ocupantes em colisões, evitando que eles se choquem entre si.

O A8 também é o primeiro carro produzido em série a oferecer sistema de mapeamento de trânsito por laser. Para cá, a Audi importará apenas o A8 L, versão com entre eixos alongado que inclui até massagens para os pés de quem viaja no banco traseiro. Motorização? Apenas a 4.0 V8 de 466 cv e 67,3 kgfm de torque máximo.

Audi também vai abolir atual nomenclatura de versões, passando a usar os emblemas Prestige, Prestige Plus e Performance, sendo que modelos mais caros também podem perder configurações de entrada.

A8+SUV = Q8

A maior estrela, porém, será o Q8. O utilitário esportivo com ar "acupêzado" estará exposto na feira na versão 50 TDI, movida por um motor V6 turbodiesel de 286 cv. O sistema permite uma economia de até 0,7 litro de diesel a cada 100 quilômetros rodados -- uma redução de aproximadamente 6% em relação a um modelo equivalente com motorização convencional. Entretanto, o modelo será trazido para cá apenas com motorizações a gasolina -- possivelmente o mesmo 3.0 V6 dos sedãs da marca.

As tecnologias de conforto, comunicação e até de condução semi-autônoma seguem o padrão do A8. Seu lançamento está agendado para o último trimestre de 2019.

O ano que vem, aliás, promete ser agitado para a marca das quatro argolas. Além das cinco novidades exibidas no Salão, a fabricante pretende mostrar mais sete novidades em 2019.

Mais Salão de São Paulo