Topo

Salão de Paris


Audi E-Tron PB18: sucessor do R8 terá três motores elétricos e 775 cv

Newspress
Carro traz várias tecnologias vindas do R18 e-tron, protótipo multicampeão de Le Mans Imagem: Newspress

Do UOL, em São Paulo (SP)

06/10/2018 08h00

Superesportivo revelado no Salão de Paris tem poder de força herdado de protótipo multicampeão das pistas

O Salão de Paris deste ano não é palco da estreia mundial do Audi PB18 E-Tron, mas isso não significa que o carro teve menos destaque na feira. O conceito antecipa o futuro do R8, cujo sucessor será movido a eletricidade.

Com 4,53 metros de comprimento, 2 metros de largura e apenas 1,15 metro de altura, ele segue a clássica receita dos esportivos com motor central. Há espaço para duas pessoas, embora coluna de direção e pedais possam ser movidos para o centro da cabine quando apenas o motorista no veículo.

O supercarro é movido por três motores elétricos: o eixo dianteiro é impulsionado por um motor de 203 cv, enquanto o eixo traseiro tem dois motores elétricos com 475 cv. A potência combinada é de 680 cv com torque máximo de 84,6 kgfm. De acordo com a Audi, ele ainda pode chegar a 775 cv em breves períodos, nos quais consegue ir de 0 a 100 km/h em pouco mais de dois segundos.

Veja mais

+ Kwid vira elétrico "popular" e chega ao Brasil até 2022
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

15 minutos

Segundo a Audi, o bólido utiliza um pacote de baterias de 95 kWh de baixo peso, contribuindo para uma massa total abaixo de 1.550 kg -- obtido também graças ao uso de materiais leves, como alumínio e fibra de carbono.

Já a suspensão independente com braços transversais e amortecedores magnéticos deriva do projeto do Audi R18 E-tron, protótipo de competição multicampeão em provas de longa duração.

Fora das pistas, o PB18 pode trafegar em velocidade limitada para preservar a carga das baterias. Esta função pode ser facilmente ativada ou desativada -- os sistemas de recuperação de energia funcionam por meio da desaceleração realizada pelos motores elétricos na maior parte do tempo; os freios hidráulicos só atuam em frenagens bruscas.

Autonomia informada é de até 500 quilômetros, sendo que o veículo já foi projetado para recarga em tensão de até 800 volts. Isso significa que as baterias podem ser totalmente recarregadas em aproximadamente 15 minutos. Além disso, o PB18 também suporta carregadores por indução.

Mais Salão de Paris