Topo

Salão de Paris

Novo BMW Série 3 surge mais esportivo e estreia no Brasil em 2019

Ricardo Ribeiro; Vitor Matsubara

Colaboração para o UOL, de Paris (França); Do UOL, em São Paulo (SP)

02/10/2018 05h44

Sétima geração do sedã ganha "cara" de Série 7 e tecnologias de condução semiautônoma

A BMW apresentou a nova geração do Série 3, que já surge com status de principal estrela do Salão de Paris. O modelo, que estreia mundialmente em março de 2019, chega ao mercado brasileiro no segundo semestre do ano que vem, inicialmente importado da Alemanha.

Depois, em segunda fase, deve passar para a fabricação local, em Santa Catarina -- é preciso lembrar que esta geração, assim como a do novo Z4 (outra estreia de Paris), também será fabricada no México para abastecer os diferentes mercados globais.

Ele ganhou um design mais esportivo e musculoso, fazendo o sedã parecer muito maior do que realmente é. E muito diferente do que o Série 3 sempre representou.

O carro está 8,5 cm mais longo, 1,6 cm mais largo e com 4,1 cm a mais de distância entre eixos. O coeficiente aerodinâmico é de impressionantes 0,23.

Veja mais

+ Kwid vira elétrico "popular" e chega ao Brasil até 2022
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

A grade frontal dupla ficou bem mais larga e alta, deixando de se alinha com o conjunto óptico. A já tradicional iluminação dupla por LEDs foi reinterpretada pelos designers da marca. Atrás, as lanternas têm luzes em formato de "L" (que remete a alguns modelos da Lexus e até mesmo a alguns modelos da Mercedes-Benz). Os vidros laminados laterais são opcionais, assim como o teto solar mais largo.

Mais conectada

A marca alemã finalmente deu atenção à conectividade, oferecendo um painel de instrumentos digital com tela de até 12,3 polegadas e a central multimídia tem tela tátil de 10,25 polegadas -- ou seja, pode dar adeus ao botão giratório pouco prático da geração anterior.

O sedã tem partida do motor por um aplicativo de smartphone e possui várias assistências de condução, incluindo controle de cruzeiro adaptativo com frenagem autônoma e assistente de tráfego (que controla a velocidade em meio a congestionamentos), alerta de permanência em faixa e alerta de tráfego cruzado.

A sétima geração do Série 3 traz novas motorizações movidas a gasolina e diesel, com potências variando de 152 cv a 268 cv. Há opção de tração integral na versão 320d xDrive. Para os próximos anos, a marca já confirmou os lançamentos de uma versão "ultraesportiva" preparada pela BMW Motorsport e uma configuração híbrida plug-in.

Mais Salão de Paris