Topo

Testes e lançamentos


Novo Ford Focus "adivinha" próximo passo no trânsito e se ajusta sozinho

Ricardo Ribeiro

Colaboração para o UOL, em Lisboa (Portugal)

28/09/2018 04h00

Lançada na Europa esta semana, quarta geração do modelo aposta em tecnologia... Mas ainda não está confirmada para o Brasil

A quarta geração do Focus promete. A marca o anuncia como o Ford "mais inovador, dinâmico e emocionante de sempre".

Gostou? Pode ficar querendo.

Infelizmente, a montadora ainda não tem planos de trazer o carro para a América Latina e, ao menos por enquanto, deve continuar com a terceira geração, produzida na Argentina.

Enquanto os brasileiros sonham ou torcem, o novo Focus já é realidade aqui na Europa. Mas também vale destacar que ele está longe dos EUA, onde a Ford vai aposentar hatches e sedãs.

No último final de semana, concessionárias da Ford na Europa começaram a exibir a novidade para um primeiro contato dos clientes e cadastros em pré-venda. UOL Carros conferiu os detalhes.

Veja mais

+ Mitsubishi Eclipse Cross chega por R$ 150 mil
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

O visual ficou um tanto genérico, bem adaptado ao mercado chinês, onde o carro tem vendas altas. No entanto, além da nova plataforma, que oferece mais espaço e melhor rigidez à torção, a principal aposta é na tecnologia, com uma extensa lista de modernos sistemas de assistência de condução.

"O novíssimo Ford Focus representa, no seu segmento, a máxima expressão em termos de tecnologia e prazer de condução. A oportunidade de criar um carro totalmente novo a partir de uma folha em branco não aparece muitas vezes. Agarramos a ocasião com as duas mãos e avançamos para desenvolver o melhor carro familiar médio que se pode comprar", alardeia, em nota, Joe Bakaj, vice-presidente de desenvolvimento de produto da Ford na Europa.

Divulgação
Focus ganhou desenho mais genérico com a nova geração, mas lista de equipamentos de tecnologia cresceu Imagem: Divulgação

Equipamentos

Com nível dois de direção autônoma, o Focus usa a tradicional combinação do sistema que identifica as faixas e corrige a trajetória do carro na estrada com o controle de velocidade de cruzeiro adaptativo (ACC), que mantém velocidade e distância programadas do carro à frente, algo já visto em outros modelos.

O ACC ainda ganhou a função de parar totalmente e depois retomar, que é muito bom para momentos de trânsito anda e para na cidade. Ele também poderá reconhecer as placas ou usar os dados de navegação para ajustar sozinho a velocidade aos limites legais.

A estreia fica por conta de um sistema que ajusta os padrões dos faróis para a melhor visibilidade pouco antes de entrar em curva, cruzamento ou rotatória. O equipamento utiliza a câmera dianteira para monitorizar as marcações da faixa até 65 metros à frente, o que permite detectar indicações de rotatória, pare ou prioridade. Outros sensores podem reduzir as luzes automaticamente, em caso de motoristas no sentido contrário, para evitar ofuscamento.

Há ainda detector de pedestres e ciclistas, com frenagem de emergência e ajustes pré-colisão automáticos, assistente de manobras evasivas, alerta de ponto cego e de trânsito cruzado, câmera traseira de visão alargada, alerta de sentido proibido e travamento pós-colisão. O sistema de estacionamento autônomo também foi otimizado.

Versões

O número de versões foi ampliado para abraçar mais clientes. Em Portugal, o novo Focus estará disponível com carroceria hatch ou perua, nas configurações Business; a esportivada ST-Line, que inclui uma grade dianteira mais invocada; Titanium e a nova topo de gama, a Vignale.

A oferta de motores gasolina inclui opções de 100 cv e 125 cv do aclamado 1.0 EcoBoost, além do 1.5 Ecoboost de 150 cv (o de 182 cv, no entanto, não está disponível para Portugal). A diesel há os 1.5 e 2.0 EcoBlue, de 120 cv e 150 cv, respectivamente. O câmbio pode ser manual de seis marchas ou automático de oito velocidades.

Os preços começam em 21.820 euros (cerca de R$ 101,4 mil) com o hatch Business 1.0 EcoBoost de 100 cv e caixa manual. Vale dizer que o novo Focus ainda terá versões de roupagem aventureira, com o nome Active, prevista para o início de 2019, ao menos no mercado europeu. Terá apliques, pneus diferentes e pegada de SUV, como já rola por aqui com Ka Sedan e Fiesta.

Mais Testes e lançamentos