Topo

Carros elétricos


Monociclo elétrico para cadeiras de roda permite descer e subir escadas

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Alessandro Reis

Colaboração para o UOL, de São Paulo (SP)

20/09/2018 04h00

Kit da empresa Livre permite que cadeirantes tenham mais facilidade de mobilidade, podendo chegar a 40 km/h e praticar esportes

O Salão do Veículo Elétrico que aconteceu esta semana em SP apresentou uma opção de eletrificar cadeiras de roda que poderia ser usada até em esportes radicais.

A Livre, empresa de São José dos Campos (SP), mostrou um kit de adaptação que transforma a cadeira em um triciclo. Basicamente, ele é formado por um monociclo (conjunto de roda e guidão) fixado na cadeira por dois mancais.

O motor elétrico fica no cubo da roda, a bateria vai em uma bolsa e há opções de 350W a 1.500W, com preços entre R$ 4.990 e R$ 11.990. Esse kit, inclusive, é vendido em redes de varejo e na loja da empresa, no interior paulista. Existem opções urbana e também para encarar trilhas e práticas esportivas.

Veja mais

+ Donos de carro elétrico contam quanto pagam de luz
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

De acordo com a Livre, fundada pelos irmãos Júlio e Lúcio Oliveto, o kit oferece até 20 km de autonomia e a recarga, feita por tomada comum, leva quatro horas.

A marca informa que qualquer cadeira de rodas pode ser adaptada e a montagem pode ser realizada facilmente pelo próprio cadeirante. Para divulgar o produto, a companhia criou até uma "modalidade" esportiva, onde atletas fazem manobras em rampas com a cadeira convertida em triciclo, que tem freio a disco e acelerador, como uma motocicleta.

No estande da empresa no evento uma pequena série de rampas foi montada para demonstrar as capacidades do kit, que permite atravessar até escadarias. Chama a atenção não apenas como esporte radical, mas também como uma forma de expandir as possibilidades de mobilidade de cadeirantes.

Murilo Góes/UOL
Kit oferece até 20 km de autonomia e a recarga leva quatro horas. Custa entre R$ 4.990 e R$ 11.990 Imagem: Murilo Góes/UOL


Um dos três atletas patrocinados pela Livre é Pedro Henrique, 35, paraplégico há 14 anos. Hoje, faz demonstrações do produto e participa de competições. "Já realizamos um campeonato e haverá outra competição em breve. Desde quando fiquei paraplégico pensei que nada mais justo seria tentar praticar esportes em uma cadeira de rodas. Coloquei na cabeça que iria fazer coisas que nenhum outro cadeirante fez e aí comecei a me dedicar e andar com a cadeira em pista de skate", conta o atleta, que há quatro anos utiliza o kit, inclusive nos deslocamentos do dia a dia.

"Com a cadeira de rodas, estou limitado. Com isso daqui, não é mão na roda, é mão no guidão e no acelerador. Deixa o cara totalmente livre, como a própria marca diz. Leva menos de um minuto para instalar. Com esse kit, consigo rodar até 40 km/h", explica.

A Livre também vende bicicletas elétricas, com potências de 350W, 1.000W e 1.500W a preços de R$ 3,5 mil a R$ 6.990.

Mais Carros elétricos