Topo

Carros elétricos

Audi vai lançar dois SUVs e mais 10 carros elétricos até 2025

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/09/2018 04h00

Marca aposta que veículos movidos a eletricidade respondam por um terço das vendas até o fim deste prazo

A apresentação mundial do Audi e-tron foi apenas o pontapé inicial para a marca alemã. Isso porque a empresa planeja lançar um total de 12 modelos movidos a eletricidade nos próximos sete anos.

Os lançamentos serão vendidos nos principais mercados da Audi no mundo, inclusive fora da Europa -- embora seja pequenas as chances de o Brasil receber todos os veículos até lá, especialmente por questões de preço e infraestrutura para veículos elétricos.

Ao fim deste prazo, a Audi espera que um terço de suas vendas sejam de carros movidos a eletricidade.

Veja mais

+ Audi Q3 ganha nova base e autoconfiança para encarar rivais
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

SUVs puxam a fila

Os primeiros dois modelos serão SUVs: o já revelado e-tron (que não deve demorar a surgir no Brasil) e o e-tron  Sportback, um SUV-cupê  que será revelado em 2019. Os demais carros vão pertencer a segmentos tradicionais, como hatches, sedãs e peruas. A meta da fabricante é "participar de todo segmento relevante para a Audi, desde os mais compactos até os carros de maior porte".

Os modelos elétricos serão baseados em quatro plataformas diferentes.

Os dois SUVs (e-tron e e-tron  Sportback) vão aproveitar componentes da tradicional plataforma modular da marca (MLB). Ambos sairão de fábrica com tração integral quattro e bateria de até 150 kW, mais adequada ao uso em carregadores rápidos.

Esportivo feito com a Porsche

Até o fim deste ano, a Audi vai mostrar o primeiro modelo baseado em uma nova plataforma de veículos elétricos. O e-tron GT é um estudo de "cupê dinâmico com baterias instaladas no assoalho plano" desenvolvido em parceria com a Porsche. Sua revelação deve acontecer no Salão de Los Angeles, em novembro.

Outro fruto da parceria entre Audi e Porsche é a Plataforma Elétrica Premium (PPE, em inglês). A base será aproveitada em diversos modelos 100% elétricos da Audi, cobrindo os segmentos "B", "C" e "D". Por ter sido desenvolvida exclusivamente para veículos movidos a eletricidade, ela foi pensada para privilegiar peso, espaço para baterias e até as proporções da carroceria. A arquitetura PPE será aplicada tanto em SUVs quanto em carrocerias convencionais.

A quarta plataforma a ser aproveitada pelo grupo Audi é a nova Modular Electric Matrix (MEB) revelada pelo Grupo Volkswagen na terça-feira (18). Esta base será aplicada em vários modelos, principalmente do segmento "A", no qual atualmente estão veículos compactos como a linha A3. Um dos futuros modelos está sendo desenvolvido exclusivamente para a China.

Além de modelos elétricos, a Audi também pretende ampliar sua gama de veículos híbridos do tipo plug-in, oferecendo versões em praticamente todos os mercados onde atua -- e isso incluiria o Brasil, onde a marca já testou o Q7 híbrido e até o A5 g-tron, movido a gás natural.

Mais Carros elétricos