Topo

Mobilidade

BMW Vision iNext antecipa SUV elétrico e autônomo que chega em 2021

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/09/2018 04h00

Carro-conceito foi feito para condução autônoma e abusa de comandos por gestos e voz

A BMW revelou o Vision iNext, conceito de um utilitário esportivo elétrico com tecnologia de condução autônoma. De acordo com a fabricante, o veículo "antecipa um modelo de produção em série para os próximos anos".

Assim como em todo carro-conceito, o SUV tem elementos exagerados (criticados por Ian Callum, designer chefe da Jaguar), como a carroceria pintada na cor cobre com detalhes em azul e as gigantescas rodas de liga leve de 24 polegadas. Fora alguns detalhes, porém, o Vision iNext parece pronto para virar realidade. A grade dupla típica da BMW foi estilizada e está bem maior do que nos modelos "convencionais" -- embora sua principal função, a de refrigerar o motor, seja inútil em um veículo movido a eletricidade, e por isso é que ela é fechada.

Veja mais

+ Veja cinco mitos e cinco verdades sobre carros elétricos
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

"A BMW i existe para gerar criatividade e ideias pioneiras que vão transformar nossa visão de mobilidade. E o Vision  iNext marca um importante passo nesta 'jornada de transformação', mostrando como veículos mais inteligentes podem fazer nossas vidas mais fáceis e mais belas", declarou Adrian van Hooydonk, chefe de design da BMW.

Cadê o volante?

A ampla área envidraçada é um dos detalhes mais curiosos do projeto. Além das janelas laterais, o teto é todo transparente. As portas têm abertura em sentido invertido, sendo que as portas de trás são corrediças. E a cabine exibe uma interessante (e diferente) combinação de materiais e cores, mesclando tons claros com um revestimento no banco traseiro que parece imitar superfícies encontradas na natureza.

Como já acontece em alguns carros de luxo atuais, as informações do painel de instrumentos são exibidas em duas enormes telas horizontais. Embora seja um veículo desenhado para tecnologia de condução autônoma, o Vision iNext não tem banco do motorista giratório, como em outros projetos do gênero. Volante e pedais ficam escondidos, mas surgem ao toque de um botão.

Há touchpads debaixo do revestimento do banco traseiro e no console central que separa os bancos dianteiros. É por meio deles que os passageiros podem fazer gestos para controlar o volume do som (desenhar uma nota musical) ou navegar pelos menus da central multimídia.

Em qualquer lugar

O SUV traz também uma tecnologia batizada de "Shy Tech", que nada mais é do que um projetor instalado para exibir informações em qualquer superfície ou objeto. É possível mostrar imagens ou reproduzir um vídeo, controlando as funções por gestos. Dá até para movimentar o objeto em questão para qualquer lugar, já que a imagem "segue" o local onde está sendo exibida.

Há também uma "assistente pessoal" que reconhece comandos de voz e é ativada quando o motorista diz "Hey, BMW", a exemplo de aplicativos semelhantes oferecidos em smartphones. 

O Vision iNext se tornará realidade em 2021, após os lançamentos do Mini elétrico (previsto para 2019) e o BMW ix3 (agendado para o ano seguinte).

Mais Mobilidade