Topo

Testes e lançamentos

Lexus NX 300h dribla novo IPI e fica R$ 10 mil mais barato em dois meses

Divulgação
SUV responde por mais da metade das vendas da marca no Brasil Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/09/2018 04h00

Preço inicial do SUV deve cair de R$ 229.670 para R$ 219.990 com futura alíquota de 20%

A Lexus decidiu não esperar a oficialização do Rota 2030 e já anunciou um desconto nos preços do NX 300h. O SUV híbrido, que já está à venda nas 11 revendas da marca espalhadas pelo país, deve ser beneficiado pela redução do IPI.

Atualmente, a tabela começa em R$ 229.670 e vai até R$ 260.990, mas a nova tabela de preços inclui valores de R$ 219.990 a R$ 249.990 a partir de novembro. E olha que talvez nem seja preciso esperar mais 60 dias: dá para negociar o valor imediatamente no ato da compra.

"Nós preferimos não aguardar pelo novo IPI e já programamos uma redução nos valores do NX 300h, seguindo nossa política de transparência com os clientes", afirmou Miguel Fonseca, vice-presidente executivo da Lexus no Brasil.

Vale ressaltar, porém, que os novos valores não serão reajustados após o anúncio da nova alíquota. Neste caso, a Lexus está apenas antecipando o reajuste.

Veja como fica a tabela de preços do NX 300h com a futura redução do IPI:

+ NX 300h Dynamic: de R$ 229.670 para R$ 219.990 (redução de R$ 9.680)

+ NX 300h Luxury: de R$ 240.110 para R$ 229.990 (redução de R$ 10.120)

+ NX 300h F-Sport: de R$ 260.990 para R$ 249.990 (redução de R$ 11 mil)

Como é definido o novo IPI?

Atualmente, o NX paga 25% de alíquota de IPI, mas o imposto deve cair para 20%. Tudo por causa do decreto número 9.442, que determina o valor do imposto para veículos híbridos e elétricos de acordo com o peso e a eficiência energética de cada veículo.

Pela nova tabela do Rota 2030, a divisão de veículos híbridos será feita por eficiência energética (abaixo de 1,10 MJ/Km, entre 1,11 e 1,68 MJ/Km e acima de 1,68 MJ/Km) e peso (até 1.400 kg, de 1.400 a 1.700 kg e acima de 1.700 kg), sendo que há impostos diferentes para veículos híbridos flex e híbridos movidos a gasolina. Como o SUV pesa 1.900 kg e tem consumo de energia de 1.81 MJ/Km, seu IPI deve ser de 20%.

Só híbrido

O NX 300h também representa o fim da linha para as versões a gasolina no mercado brasileiro. "Nossa intenção é seguir o padrão aplicado em vários mercados internacionais, onde nossos modelos são oferecidos apenas em configurações híbridas", afirmou Fonseca.

Assim, o NX se torna o terceiro modelo híbrido da Lexus vendido no Brasil -- os outros são o hatch CT 200h e o sedã grande LS 500h. 

A mudança, porém, não deve afetar as vendas do modelo no país. Muito pelo contrário: a expectativa da Lexus é manter (ou até melhorar) o bom resultado do SUV, que atualmente corresponde a 53,7% do volume total de carros vendidos no Brasil em 2018. A meta de fechar 2018 com 950 carros vendidos parece viável: até o momento, 471 carros foram emplacados de janeiro a agosto deste ano. Desta quantia, 253 foram do SUV.

Mais Testes e lançamentos