Topo

Testes e lançamentos

Bugatti mostra Divo, supercarro de 1.520 cv e R$ 23,9 milhões; veja fotos

Do UOL, em São Paulo (SP)

28/08/2018 04h00

Serão apenas 40 unidades produzidas -- e todas já estão vendidas

A Bugatti aproveita mais uma edição do evento de Pebble Beach, em Monterey, na Califórnia (EUA), para revelar seu mais novo superesportivo, o Divo.

Baseado no Chiron e limitado à produção de 40 unidades, ele foi apresentado por Stephan Winkelmann, CEO global da Bugatti e ex-chefão da Lamborghini, ao preço de 5 milhões de euros (cerca de R$ 23,9 milhões).

Quer um? Já era: todos os 40 Divo já foram negociados, a um preço de 5 milhões de euros (cerca de R$ 23,9 milhões) cada.

Veja mais:

Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Como ele é

O Divo nasceu com uma proposta diferentemente à do Chiron: o objetivo dos engenheiros foi criar um carro com melhor desempenho em curvas -- no caso do Chiron, a proposta é de oferecer alto luxo e a maior velocidade máxima do mundo para um carro de produção em série.

Por esse motivo, mesmo sendo equipado com o mesmo motor de 16 cilindros em W (W16), de 8 litros e 1.520 cavalos do Chiron, o Divo tem velocidade máxima limitada a "apenas" 380 km/h -- o Chiron pode alcançar 420 km/h.

Em teoria, um Chiron totalmente sem limitações eletrônicas pode atingir a marca de 300 milhas por hora, ou seja, mais de 480 km/h desde que tenha os pneus certos. Mas isso é algo que dificilmente poderá ser visto.

Para deixar o Divo mais leve que o Chiron (cerca de 35 kg), a Bugatti optou por aplicar rodas mais leves e intercooler de fibra de carbono. Além disso, eliminou porta-objetos, instalou um sistema de som mais leve e retirou parte do isolamento da cabine.

O nome Divo é uma homenagem ao piloto francês Albert Divo, vencedor de duas edições da corrida italiana Targa Florio a bordo de um Bugatti Type 35.

Divulgação
Divo é "lento" perto do Chiron: sua velocidade máxima é limitada eletronicamente a 380 km/h Imagem: Divulgação

Mais Testes e lançamentos