Topo

Seu Automóvel

Suzuki e Mazda admitem fraudes em testes de emissões de poluentes no Japão

Murilo Góes/UOL
Governo japonês solicitou investigações em todas as montadoras do país Imagem: Murilo Góes/UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/08/2018 12h02

Marcas se juntam à Mitsubishi, Subaru e Nissan no "clube" das montadoras que alteraram resultados

Suzuki e Mazda manipularam resultados em testes de economia de combustível e emissões de poluentes no Japão.

A informação foi divulgada pelo Nikkei Asian Review.

Veja mais

+Novo Suzuki Jimny prova que dá para ser moderno e "raiz"
+Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
+Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+Instagram oficial de UOL Carros
+Siga UOL Carros no Twitter

As fabricantes descobriram irregularidades nos testes após o governo japonês ter solicitado que todas as montadoras avaliassem seus procedimentos de controle de qualidade.

A fabricante de motos Yamaha também reconheceu fraude em seus testes.

O pedido aconteceu após Nissan e Subaru anunciarem problemas nos testes de emissões de poluentes. A Mitsubishi também já havia reconhecido falhas em seus procedimentos internos.

Assim não

A Suzuki detectou inconformidades nos testes em 6.401 unidades de uma amostra de 12.819 unidades inspecionadas desde 2012. Já a Mazda identificou 72 veículos irregulares em 1.875 unidades desde 2014.

Nesta quinta-feira (9), o presidente da Suzuki, Toshihiro Suzuki, pediu desculpas.

“É um fato significante haver um número de unidades tão grande fora dos nossos padrões de qualidades, e nós levamos isso a sério. Não educamos nossos funcionários da forma correta”, admitiu o executivo, que, porém, descarta a realização de um recall.

Keiichi Ishii, ministro dos transportes do Japão, condenou a postura das empresas.

“É extremamente triste que esta situação faça os clientes duvidarem da qualidade dos veículos e dos procedimentos das fabricantes de carros”, declarou.

A notícia fez as ações de Mazda e Suzuki despencarem 5% na Bolsa de valores de Tóquio.

Brasil fora

Procurada por UOL Carros, a assessoria de imprensa da HPE Autos, representante da Suzuki no país, afirmou que o problema não envolve veículos fabricados ou importados para cá.

Mais Seu Automóvel