Topo

Testes e lançamentos

Citroën cria expectativa com chegada do Cactus; Opel e DS estão nos planos

Murilo Góes/UOL
Citroën C4 Cactus é o lançamento mais importante da PSA para o mercado brasileiro Imagem: Murilo Góes/UOL

Alessandro Reis

Colaboração para o UOL, em Porto Real (RJ)

04/08/2018 08h00

"Estamos trabalhando para trazê-la (a marca DS) ao Brasil também e a Opel segue a mesma lógica", garante chefão da PSA

A PSA Peugeot Citroën ainda não diz qual é sua expectativa de vendas e produção sobre o C4 Cactus, mas classifica o carro simplesmente como o "lançamento mais importante da empresa nos últimos anos".

De acordo com Fabrício Biondo, vice-presidente de Comunicação e Relações Externas da empresa, ele será um "produto-chave" na ambiciosa meta da fabricante de ampliar a participação de mercado local no país, que hoje é de 1,9% somando Peugeot e Citroën (e cerca de 1% considerando apenas a segunda marca), para 5% em 2021.

Biondo ainda faz mistério, mas projeta "um volume um pouco maior" de vendas do C4 Cactus na Argentina, para onde o utilitário será exportado e onde a Citroën tem participação de mercado consideravelmente maior que no Brasil, entre 4,5% e 5%.

Veja mais

+Veja as diferenças entre o C4 Cactus brasileiro e europeu
+Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

+Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+Instagram oficial de UOL Carros
+Siga UOL Carros no Twitter

Para adaptar e modernizar a planta fluminense para a chegada do C4 Cactus e futuros lançamentos, a PSA anunciou investimento de R$ 580 milhões entre 2016 a 2018 para a fábrica de Porto Real.

O C4 Cactus é um dos 16 lançamentos da empresa previstos para a América Latina de 2016 a 2021 e os planos são de colocar no mercado, em média, um produto novo de cada marca por ano.

Os lançamentos previstos da companhia no Brasil para 2018 são cinco: C4 Lounge e C4 Cactus, além do furgão compacto Jumpy e dos novos Berlingo e Jumper, estes dois últimos ainda por chegar.

Divulgação
Sim, o Corsa pode voltar ao Brasil, mas com emblema da Opel, que agora pertence à PSA Peugeot Citroën Imagem: Divulgação

DS e Opel

Patrice Lucas, novo presidente da PSA para o Brasil e a América Latina, disse em entrevista que por enquanto o retorno da marca de luxo DS e a eventual chegada de produtos da Opel, adquirida recentemente da General Motors, ficam em compasso de espera no Brasil.

"No momento, nossa prioridade para a marca DS é a Argentina, onde já estamos desenvolvendo rede de concessionárias específica, independente da Citroën. Estamos trabalhando para trazê-la ao Brasil também e a Opel segue a mesma lógica. Mas aqui, vamos dar prioridade às marcas Peugeot e Citroën", disse.

A DS, que já teve modelos vendidos por aqui, inicialmente com o emblema da Citroën, está voltando ao mercado argentino com o lançamento do DS7 Crossback, enquanto a Opel já está operando no Chile, onde importa dois modelos conhecidos pelos brasileiros, vendidos aqui no passado com o emblema Chevrolet: Corsa e Astra, agora atualizados.

Mais Testes e lançamentos