Topo

Mão na roda

Denatran volta a liberar pagamento de multas parcelado no cartão de crédito

Robson Ventura/Folhapress
Fiscal da CET aplica multa a veículo Imagem: Robson Ventura/Folhapress

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/07/2018 04h00

Valor pode ser dividido em 12 vezes e regularização é imediata

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) voltou a liberar o pagamento de multas com cartão de crédito. A medida já havia sido regulamentada no fim de 2017 e suspensa em maio deste ano, mas foi autorizada novamente após a publicação de uma resolução no Diário Oficial na última sexta-feira (6).

Veja mais

+ Governo adia multa a ciclista e pedestre infratores para 2019
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Assim, infratores poderão parcelar valor das multas em até 12 vezes, respeitando a cobrança de juros aplicada pela entidade financeira do cartão.

O Denatran afirma que o pagamento será realizado entre operadora do cartão e proprietário do veículo. O órgão de trânsito seguirá recebendo o valor à vista -- assim, a regularização do veículo será imediata.

Cadastro obrigatório

Um detalhe importante para a regra anterior é que os bancos e serviços de crédito que quiserem parcelar as multas deverão estar credenciados no Denatran. Os órgãos de trânsito estaduais, por sua vez, precisarão pedir autorização para estabelecer parcerias.

Anteriormente, todos os órgãos (incluindo Detrans e prefeituras) podiam fazer acordos diretamente com as empresas financeiras para oferecer o parcelamento das multas.

Mais Mão na roda