Topo

Testes e lançamentos

Novo Ford Mustang Shelby GT350 tem 533 cv e cara de carro tunado

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/06/2018 20h09

Marca diz que segue receita "original e vencedora" para ver Carroll Shelby "sorrindo em algum lugar"

Quem é fã de Mustang já sabe: toda geração é acompanhada de (pelo menos) uma versão preparada pela Shelby. A sexta geração foi reestilizada em 2017, mas só agora é que a Ford revelou o novo Shelby GT350.

Frente a seu antecessor, o cupê ganhou melhorias na aerodinâmica, nova calibragem da suspensão e freios mais poderosos para domar tanta potência.

Veja mais

+ Ford usa até revisão fixa para fisgar clientes para o Mustang
Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram oficial de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

E olha que a cavalaria é bruta: são 533 cv extraídos do motor 5.2 V8, que já era utilizado no antigo Shelby GT350. Este conjunto, aliás, é o motor naturalmente aspirado mais potente já fabricado pela Ford.

As alterações são difíceis de serem notadas logo de cara. Segundo a Ford, a parte aerodinâmica foi aprimorada. Além da grade frontal redesenhada, uma das principais melhorias aconteceu na traseira, cujo aerofólio melhorou a pressão aerodinâmica. A marca oferece uma asa ainda maior -- e mais eficiente, de acordo com a montadora -- como opcional.

De acordo com a Ford, as informações coletadas durante o projeto do novo Shelby GT500 -- que também será lançado em 2019 -- foram aplicadas no GT350.

Anda mais e freia mais

A Ford Performance (divisão de alto desempenho da marca) ficou encarregada de recalibrar a suspensão ativa. Direção elétrica e controle de estabilidade com três modos de atuação também foram aprimorados.

O Shelby GT350 2019 calça pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 nas medidas 295/35 na frente e 305/35 atrás, proporcionando maior aderência em relação ao modelo anterior.

Já o sistema de freios é fornecido pela Brembo (famosa por equipar superesportivos e carros de Fórmula 1), trazendo seis pistões na dianteira e quatro pistões na traseira para melhor atuação.

Billy Johnson, piloto da Ford no Mundial de Endurance, participou do processo da calibragem do veículo. “O Shelby GT350 traz um novo nível de direção e performance. É um carro sensacional de dirigir na pista, tanto para amadores como profissionais", afirmou.

A cabine também mereceu atenção especial. Os bancos de competição fabricados pela Recaro são recobertos de camurça e há apliques de alumínio e fibra de carbono pelo interior.

A extensa lista de itens de série inclui sistema de som da Bang & Olufsen, central multimídia SYNC 3 com tela tátil de oito polegadas, ar-condicionado digital com duas zonas de temperatura, controle universal de portão de garagem e luzes de aproximação nos espelhos que projetam o emblema Shelby Cobra no chão.

Como é o novo Ford Mustang GT, que chega ao Brasil por R$ 299.900

Mais Testes e lançamentos