Topo

Seu Automóvel

Volkswagen e Ford estudam aliança global para reviver era da "Autolatina"

Murilo Góes/UOL
Ainda não se fala em carros de passeio compartilhados, apenas soluções para veículos comerciais. Mas nunca se sabe... Imagem: Murilo Góes/UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/06/2018 19h22Atualizada em 20/06/2018 16h19

Marcas cogitam se unir para desenvolver novos produtos voltados especialmente à linha de veículos comerciais

Quem tem mais de 40 anos lembra: de 1987 a 1995, Volkswagen e Ford uniram forças e criaram a Autolatina, empresa que unificou as operações das duas montadoras no Brasil e na Argentina. A fusão regional resultou em carros de uma marca que tinham uma variante quase idêntica na outra, compartilhando componentes e peças de estamparia: o Ford Escort foi vendido pela Volkswagen na variante Logus/Pointer; já o Volkswagen Santana/Quantum virou Versailles/Royalle com o logotipo da oval azul.

Agora as empresas ensaiam uma reaproximação, desta vez global. Em breve comunicado divulgado nesta terça-feira (19), as duas companhias disseram que estudam a formação de uma "aliança estratégica" para ganhar competitividade. Ambas se comprometeram a divulgar novas informações "à medida que as conversas progredirem".

Veja mais

+ Ford vai "matar" carros de passeio nos EUA; entenda por quê
+ Quer negociar hatches, sedãs e SUVs? Use a Tabela Fipe

+ Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
+ Instagram oficial de UOL Carros
+ Siga UOL Carros no Twitter

Ainda segundo o comunicado, Volkswagen e Ford firmaram um "memorando de entendimentos", que é uma espécie de protocolo de intenções que antecipa o fechamento de um acordo. A parceria deve incluir o desenvolvimento de projetos conjuntos voltados especialmente a uma linha de veículos comerciais.

A aliança, porém, não envolverá "acordos acionários, incluindo participações proprietárias cruzadas", o que significa que não será uma fusão. Também não há menção de lançar, como nos tempos da Autolatina, também carros de passeio de forma conjunta.

"Ambas as empresas já têm posições fortes e complementares em diferentes segmentos de veículos comerciais. A potencial colaboração com a Ford é vista como uma oportunidade para melhorar a competitividade global das duas companhias",  declarou Thomas Sedran, diretor de estratégia do Grupo Volkswagen.

Juntos contra um futuro incerto

De acordo com as empresas, "nos próximos dias" elas vão analisar as bases nas quais a parceria será fechada. Ambas se comprometeram a divulgar novas informações "à medida que as conversas progredirem".

Colaborações como essa não são novidade no mercado automotivo, e estão se tornando recorrentes nos tempos atuais -- com paradigmas automotivos sendo substituídos por novas ideias e mudanças de hábitos de consumidores e até de executivos.

Há pouco, GM e Honda sinalizaram parceria para desenvolvimento de baterias de elétricos. As alemãs BMW, Audi e Mercedes-Benz também têm acordos em termos de tecnologias de comunicação. Mesmo comercialmente, existem conversas entre a gigante GM e a Fiat-Chrysler, que podem ser intensificar caso o acordo entre Ford e VW prospere.

Mais Seu Automóvel